terça-feira, 27 de novembro de 2012

ORDENAÇÃO E POSSE CANÔNICA DE D. JOÃO FRANCISCO


24 de novembro de 2012. 9h. A catedral de Tubarão estava em festa! Representantes de todas as paróquias da Diocese se reuniram na igreja-mãe para acolher seu 6º Bispo. Grande quantidade de padres, diáconos, religiosos/as e muitos leigos vieram das dioceses de Criciúma e Florianópolis, bem como de outras localidades do Estado e de fora de Santa Catarina.

A celebração foi muito linda e bem organizada. A animação ficou por conta de um coral misto regido pelo ex-seminarista Jairo. D. Wilson Tadeu Jönck, o arcebispo, presidiu a cerimônia. D. João parecia muito tranquilo e feliz. Vários bispos se fizeram presentes, inclusive nossos bispos eméritos D. Osório e D. Hilário.

Em sua homilia, D. Wilson recordou a primeira leitura da Missa, quando um anjo do Senhor veio tocar os lábios do profeta Isaías para tirar-lhe o medo de assumir a missão (cf Is 6). Disse que “esta experiência de insegurança também aconteceu com o Pe. Salm. É muito estranha esta nova missão para ele. Mas, Pe. Salm, Deus está muito próximo de você e lhe guiará conforme a Sua vontade. Ele lhe acompanhará e lhe ajudará com seus dons. Ele lhe escolheu, Pe. Salm. Os dons que Ele lhe der se multiplicarão em todos nós.

O Evangelho de hoje (Mt 20) nos mostrou um patrão passando pela praça e contratando trabalhadores para a lida nos campos. Há muitos desocupados na praça. Estas pessoas estão envolvidas com as coisas leves e corriqueiras da vida. A praça é também o lugar do chamado de Deus. Deus está chamando trabalhadores para trabalhar na vinha, que é a Igreja. A praça é o lugar do vazio existencial. E só Deus pode preencher o nosso coração e dar um rumo para nossa vida.

O que Ele quer de sua vinha? Qual a missão que Ele tem para nós? A resposta a estas questões exige uma busca diária. Então, quando começa a acontecer o projeto divino, a praça começa a ficar diferente.

E tem, ainda, a questão do pagamento! O melhor pagamento que poderíamos receber de Deus é a graça de fazermos parte de sua obra, de trabalharmos em Sua vinha, estarmos comprometidos com o Seu Reino. Esta é a nossa identidade cristã: somos filhos de Deus!

Ao entregar o Pe. João Salm para ser Bispo de Tubarão, nossa arquidiocese sente um pouco de tristeza, mas que logo se transforma em alegria por poder ofertar um pastor à Diocese de Tubarão. Pe. Salm sempre foi muito entusiasmado sacerdote pelas coisas do Reino de Deus. Com certeza, continuará a se dedicar com pleno entusiasmo na nova missão.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário