CHUVA NÃO IMPEDE QUE MILHARES DE FIÉIS PARTICIPEM DA FESTA DE PASSOS EM IMARUÍ



(02/04/2017) A tradicional Festa de Imaruí deste ano precisou superar muitas dificuldades para que pudesse acontecer. Uma série de dúvidas rondavam as lideranças paroquiais, depois de alguns problemas que envolveram o pároco e algumas lideranças. Todavia, o sacerdote encaminhou as principais atividades da Festa e formou algumas equipes de trabalho. 

A Irmandade do Senhor Bom Jesus dos Passos, presidida pelo Sr. Abílio “Bibi” Alves, promoveu a visitação das imagens peregrinas às comunidades do interior da Paróquia. Devido a problemas de saúde, uma semana antes da realização da Festa, o pároco precisou ausentar-se. 

A tarefa de conduzir a realização do evento coube ao Pe. Pedro de Biasi, que estava cooperando com o pároco. A força das lideranças se fez notar neste momento delicado da vida eclesial e, junto com o Pe. Pedro, ultimaram todos os trabalhos. A chuva, porém, mesmo não convidada, veio participar da Festa. 

Durante a semana, nas Missas noturnas, ela se fez presente. Inclusive no sábado, dando uma trégua exatamente na hora da procissão. No dia seguinte, o grande dia da Festa, amanheceu chovendo. Poucas pessoas se aventuraram andar por entre as barracas dos vendedores na Rua da Praia. 

Também nas celebrações, não se viu a tradicional superlotação da matriz e os devotos sentados sobre as árvores da Praça. Mas, à tarde, o tempo foi melhorando e parou de chover. Rapidamente as ruas da cidade se encheram de pessoas andando de um lado para o outro. Grande barulho e movimentação na zona das barracas e stands. A lagoa de Imaruí estava serena e maravilhosa como sempre. 

A Missa dos Romeiros, às 13h, reuniu milhares de pessoas na matriz e no seu exterior. A Praça foi sendo tomada pelos fieis e ficou repleta de pessoas que aguardavam o início da procissão de Passos. A Banda Unidos de Imaruí se colocara a postos. De repente a preciosa imagem apareceu no átrio da matriz e os fieis ficaram emocionados. 

O céu ainda nublado, mas sem chuva, quando o Pe. Pedro anunciou o início da procissão. Os Irmãos de Passos acompanhavam o andor do Senhor, enquanto os membros da Irmandade de N. Sra. das Dores acompanhavam a imagem da Mãe do Senhor. O cortejo, lentamente, se arrastou pelo tradicional trajeto da procissão e parou diante das Estações da Via-sacra montadas em algumas residências da comunidade. Nestes momentos cantores e músicos entoavam “Miserere” e rezavam. 

O Canto de Verônica foi entoado em três momentos distintos: no início da procissão, diante da Capelinha de Passos e no final da cerimônia. Coube à jovem imaruiense Amábile Corrêa interpretar Verônica, honrando a tradicional linhagem de Verônicas de sua família. 

Quando a imagem de Passos estava chegando na Praça da Matriz, voltou a chover na cidade. Imediatamente os Irmãos de Passos cobriram a imagem com uma capa plástica. O povo armou seus guarda-chuvas e sombrinhas, dando um colorido especial à procissão. 

Depois de alguns minutos, voltou a estiagem, para tranquilidade de todos. O grande momento da Festa sempre é o Sermão do Encontro. Neste ano, de maneira inédita, Pe. Antônio Rech convidou dois sacerdotes da Diocese de Joinville, irmãos gêmeos: Ivan e Ivanor Macieski. 

Auxiliados por uma dupla de cantores, eles foram fazendo suas reflexões sobre as várias estações da Via-sacra, buscando atualizar os ensinamentos à luz das lutas e esperanças do homem de hoje. 

Ao final, coube ao Pe. Pedro fazer os agradecimentos e convocar os fiéis para a próxima Festa de Passos, dia 18 de março de 2018. As imagens foram levadas para o interior da matriz, onde o povo continuou a manifestar sua devoção. De maneira particular, os Irmãos estavam emocionados. 

Vestindo suas opas roxas, rodearam o andor com a imagem, muito emocionados, deram-se as mãos e rezaram e se abraçaram agradecidos uns aos outros. Rapidamente o povo se dispersou pelas ruas de Imaruí, visto que um chuvisco voltou a cair sobre a cidade Joia do Sul catarinense. 

www.facebook.com/padreauriceliooficial

CANAL YouTube - Padre Auricélio Costa

Comentários