sexta-feira, 24 de abril de 2015

D. ONÉCIMO ‘ESTREIA’ NA ASSEMBLEIA DA CNBB


(24/04/2015) A Igreja no Brasil, através de seus pastores, viveu um rico momento de reflexão e de fraternidade: a Assembleia Geral da CNBB. 242 Bispos de todo o país estiveram reunidos em Aparecida. 

A 53ª Assembleia começou dia 15 e terminou na tarde deste dia 24. Dentre os participantes, destacamos D. Onécimo Alberton, Bispo de Rio do Sul-SC. Filho de nossa Diocese, da comunidade de Brusque do Sul, em Orleans, foi ordenado Bispo há pouco mais de um mês em Criciúma, onde estava incardinado. 

Além dos nossos Bispos João Francisco e Hilário, a presença de D. Onécimo naquele evento eclesial aproximou-nos ainda mais do coração de nossa Igreja. 

Que Deus abençoe nossos Bispos e os encoraje para a grande missão que receberam! Especialmente a D. Onécimo, “estreando” em sua primeira Assembleia como Bispo, desejamos um pastoreio fecundo e santo!

NO SANTUÁRIO, LIDERANÇAS ESTUDAM “IGREJA E SOCIEDADE”



(23/04/2015) A Escola Paroquial no Santuário da Bem-Aventurada Albertina teve sua primeira aula nesta noite. Juntamente com o Pe. Auricélio, as lideranças presentes estudaram o tema “Igreja e Sociedade”, fazendo ecoar o assunto que foi refletido e rezado na Campanha da Fraternidade deste ano. 

Todos ficaram muito entusiasmados pela forma como a Igreja desenvolveu sua dimensão samaritana em toda a sua história, buscando ser fiel aos exemplos e ensinamentos de Jesus. 

O cuidado com os mais simples se manifestou na construção de inúmeros hospitais, leprosários, asilos para idosos, orfanatos e escolas. A preciosa e fundamental colaboração na edificação da nossa civilização também foi notada, através da construção das universidades, centros de pesquisas... 

No passado e no presente, a Igreja continua sendo serva e servidora da humanidade! Todavia, diante dos inúmeros desafios apresentados hoje para a evangelização “com os pés no chão”, sempre mirando Jesus, sentiu-se a necessidade de maior estudo, mais testemunho de fé, mais comunhão e articulação... 

O exemplo do Papa Francisco tem mexido com todos os cristãos no afã de buscarem testemunhar a caridade e a misericórdia. A próxima aula será dia 16 de julho, às 19h.

BISPOS EMITEM PENSAMENTO SOBRE NOSSA SITUAÇÃO SOCIAL



(21/04/2015) A CNBB, durante sua Assembleia Geral, publicou algumas de suas reflexões sobre o momento social delicado que vivemos no Brasil. O texto começa citando Mc 10,43: “Entre vós não deve ser assim” . Abaixo o conteúdo da Nota. 
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, reunida em sua 53ª Assembleia Geral, em Aparecida-SP, no período de 15 a 24 de abril de 2015, avaliou, com apreensão, a realidade brasileira, marcada pela profunda e prolongada crise que ameaça as conquistas, a partir da Constituição Cidadã de 1988, e coloca em risco a ordem democrática do País. Desta avaliação nasce nossa palavra de pastores convictos de que “ninguém pode exigir de nós que releguemos a religião para a intimidade secreta das pessoas, sem qualquer influência na vida social e nacional, sem nos preocupar com a saúde das instituições da sociedade civil, sem nos pronunciar sobre os acontecimentos que interessam aos cidadãos” (EG, 183).
O momento não é de acirrar ânimos, nem de assumir posições revanchistas ou de ódio que desconsiderem a política como defesa e promoção do bem comum. Os três poderes da República, com a autonomia que lhes é própria, têm o dever irrenunciável do diálogo aberto, franco, verdadeiro, na busca de uma solução que devolva aos brasileiros a certeza de superação da crise.
A retomada de crescimento do País, uma das condições para vencer a crise, precisa ser feita sem trazer prejuízo à população, aos trabalhadores e, principalmente, aos mais pobres. Projetos, como os que são implantados na Amazônia, afrontam sua população, por não ouvi-la e por favorecer o desmatamento e a degradação do meio ambiente.
A lei que permite a terceirização do trabalho, em tramitação no Congresso Nacional, não pode, em hipótese alguma, restringir os direitos dos trabalhadores. É inadmissível que a preservação dos direitos sociais venha a ser sacrificada para justificar a superação da crise.
A corrupção, praga da sociedade e pecado grave que brada aos céus (cf. Papa Francisco – O Rosto da Misericórdia, n. 19), está presente tanto em órgãos públicos quanto em instituições da sociedade. Combatê-la, de modo eficaz, com a consequente punição de corrompidos e corruptores, é dever do Estado. É imperativo recuperar uma cultura que prima pelos valores da honestidade e da retidão.  Só assim se restaurará a justiça e se plantará, novamente, no coração do povo, a esperança de novos tempos, calcados na ética.
A credibilidade política, perdida por causa da corrupção e da prática interesseira com que grande parte dos políticos exerce seu mandato, não pode ser recuperada ao preço da aprovação de leis que retiram direitos dos mais vulneráveis. Lamentamos que no Congresso se formem bancadas que reforçem o corporativismo para defender interesses de segmentos que se opõem aos direitos e conquistas sociais já adquiridos pelos mais pobres.
A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 215/2000, por exemplo, é uma afronta à luta histórica dos povos indígenas que até hoje não receberam reparação das injustiças que sofreram desde a colonização do Brasil. Se o prazo estabelecido pela Constituição de 1988 tivesse sido cumprido pelo Governo Federal, todas as terras indígenas já teriam sido reconhecidas, demarcadas e homologadas. E, assim, não estaríamos assistindo aos constantes conflitos e mortes de indígenas.
A PEC 171/1993, que propõe a redução da maioridade penal para 16 anos, já aprovada pela Comissão de Constituição, Cidadania e Justiça da Câmara, também é um equívoco que precisa ser desfeito. A redução da maioridade penal não é solução para a violência que grassa no Brasil e reforça a política de encarceramento num país que já tem a quarta população carcerária do mundo. Investir em educação de qualidade e em políticas públicas para a juventude e para a família é meio eficaz para preservar os adolescentes da delinquência e da violência.
O Estatuto da Criança e do Adolescente, em vigor há 25 anos, responsabiliza o adolescente, a partir dos 12 anos, por qualquer ato contra a lei, aplicando-lhe as medidas socioeducativas. Não procede, portanto, a alegada impunidade para adolescentes infratores. Onde essas medidas são corretamente aplicadas, o índice de reincidência do adolescente infrator é muito baixo. Ao invés de aprovarem a redução da maioridade penal, os parlamentares deveriam criar mecanismos que responsabilizem os gestores por não aparelharem seu governo para a correta aplicação das medidas socioeducativas. 
O Projeto de Lei 3722/2012, que altera o Estatuto do Desarmamento, é outra matéria que vai na contramão da segurança e do combate à violência. A arma dá a falsa sensação de segurança e de proteção. Não podemos cair na ilusão de que, facilitando o acesso da população à posse de armas, combateremos a violência. A indústria das armas está a serviço de um vigoroso poder econômico que não pode ser alimentado à custa da vida das pessoas. Dizer não a esse poder econômico é dever ético dos responsáveis pela preservação do Estatuto do Desarmamento.
Muitas destas e de outras matérias que incidem diretamente na vida do povo têm, entre seus caminhos de solução, uma Reforma Política que atinja as entranhas do sistema político brasileiro. Apartidária, a proposta da Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas, da qual a CNBB é signatária, se coloca nessa direção.
Urge, além disso, resgatar a ética pública que diz respeito “à responsabilização do cidadão, dos grupos ou instituições da sociedade pelo bem comum” (CNBB – Doc. 50, n. 129). Para tanto, “como pastores, reafirmamos ‘Cristo, medida de nossa conduta moral’ e sentido pleno de nossa vida” (Doc. 50 da CNBB, Anexo – p. 30).

Que o povo brasileiro, neste Ano da Paz e sob a proteção de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, supere esse momento difícil e persevere no caminho da justiça e da paz.

PAPA FRANCISCO RECEBE CARTA DOS BISPOS DO BRASIL


(18/04/2015) Os Bispos do Brasil, através da CNBB, enviaram uma Carta ao Bispo de Roma, o Papa Francisco. Contaram-lhe que estão reunidos em Assembleia, o parabenizaram pela proclamação do Ano Santo da Misericórdia, confirmaram o compromisso com a evangelização e solidariedade com as dores do povo, especialmente da Amazônia. Abaixo, a Carta na íntegra.

Santo Padre,

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB está reunida em sua 53ª assembleia geral anual, em Aparecida, sob as bênçãos e a proteção da Rainha e Padroeira do Brasil, de 15 a 24 de abril. Nesta ocasião, temos a alegria de manifestar nossa comunhão com o sucessor de Pedro.

Como Vossa Santidade pode imaginar, pois muitas vezes também  participou de assembleias semelhantes,  a pauta de nossos trabalhos é extensa e desafiadora. Merecerão uma atenção especial tanto as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, que orientarão nossa ação pastoral nos próximos quatro anos, quanto as eleições para os quadros dirigentes da CNBB. Nesta ocasião elegeremos, também, nossos representantes na próxima Assembleia Geral do Sínodo dos Bispos, para a qual estamos nos preparando em nossas Dioceses.

Iniciamos esta nossa Assembleia anual tendo diante de nós a Bula Misericordiae Vultus, com a qual Vossa Santidade proclamou o Jubileu Extraordinário da Misericórdia. Queremos manifestar-lhe nossa alegria com a proclamação desse Jubileu. Assumiremos este Ano Santo Extraordinário em nossas Dioceses e antevemos o júbilo com que nosso povo viverá a renovada experiência da misericórdia de Deus. Tanto a Bula como a Exortação Apostólica sobre o anúncio do Evangelho no mundo atual - Evangelii gaudium - iluminarão nossas Diretrizes. Nosso agradecimento, Santo Padre, por esses dois presentes especiais.

Para nós, suas palavras são  um grande incentivo para nos aproximarmos mais de nosso povo, prioritariamente daquelas pessoas que se encontram nas periferias geográficas e existenciais. Para nossos fieis e as pessoas de boa vontade, suas palavras são a expressão de uma certeza: Deus ama cada pessoa; Ele não se cansa de nos amar, de nos acolher e de nos perdoar.  Santo Padre, saiba que são também nossas suas preocupações em relação à evangelização e preservação da Amazônia.

Tendo diante de nós o imenso Brasil, que nasceu sob o sinal da Santa Cruz, pedimos sua bênção para o nosso bom povo e, particularmente, para nossas crianças, jovens, idosos e doentes. De nossa parte, queremos assegurar-lhe nossa oração pelo seu árduo e importante ministério petrino - oração que se torna mais intensa nestes dias nos quais, em nome do Senhor Jesus Cristo, nos reunimos no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida. Deus o ilumine, conforte e guarde!

quinta-feira, 23 de abril de 2015

MÃE-TERRA E TERRA-MÃE



“Um lamento se ouviu por toda Israel. Era Raquel que, desconsolada, chorava a morte de seus filhos.” (cf Mt 2,18).
Hoje as motosserras não deram trégua à floresta da montanha. Árvores caindo, bugios roncando assustados, pássaros em nervosas revoadas.
Se a Terra é nossa mãe, pobres de nós! Como tratamos mal a nossa mãe!... e os nossos irmãos, então!?
Mães são mulheres dotadas da enorme capacidade de doar-se continuamente. Não há limites para seus corações; estão continuamente gerando, gestando e parindo seus filhos. Elas são o nosso chão, a presença necessária em nosso caminhar e na formação de nossa personalidade. Elas são o ideal do ser humano, pois todo homem nasceu para amar, ser altruísta, solidário, generoso, dar vida... Enfim, é próprio do ser humano ser bom!
Todavia, o homem recebeu a capacidade de fazer escolhas. E os critérios que o levam a decidir entre uma coisa e outra, entre um caminho e outro, podem ser os mais variados. Podemos nos deixar levar pela razão, pelos conhecimentos adquiridos, ou pelas outras experiências que fizemos, ou pela opinião de alguém, ou pela intuição... ou mesmo pelo coração.
É comum o ser humano perceber que errou nesta ou naquela escolha. O antigo adágio reza: “errar é humano”! Às vezes é possível voltar atrás e recomeçar; n’outras vezes, tem-se que recolher os cacos pelo chão... mas – nunca! – permanecer no erro!
As mães nos ensinam que sempre é tempo de aprender, de esperar, de relativizar certas coisas. Elas sabem que o tempo é remédio, que o sorriso pode desarmar um coração, e que aquela determinada comida pode trazer alguém de volta. As mães são muito importantes!
Por isso o próprio Deus não quis prescindir de ter mãe! E a escolheu muito bem: uma Amada... Maria significa Amada! “Em toda mulher que a terra gerou um traço de Deus Maria deixou”! Ele se encantou tanto com “Sua Mãe” que nô-la deu para que fosse nossa Mãe também! Que presente! Que dom mais precioso!
As jovens precisam contemplar a figura de Maria para perceberem o que é ser “mulher virtuosa”! À Maria cabe a exortação de Jesus: “Mais felizes são aqueles que ouvem a Palavra de Deus e a põe em prática” (Lc 11,28). Homens e mulheres precisam aprender com Maria a arte de “servir a Deus” em toda situação!... inclusive no Calvário!
A humanidade caminha, os tempos mudam, mas sempre há tanto o que aprender com elas!

Enquanto escrevo, ainda ouço o barulhão lá na mata. Como filho da Terra, sofro com esta mãe que agoniza e que geme. E me solidarizo com tantas outras mães que padecem esquecidas. Que os filhos valorizem suas mães! Que a Terra tenha mais uma chance! E que, ao invés de um lamento, se ouça uma louvação: “Bendito os seios que Te amamentaram” (Lc 11,27)!

(Pe. Auricélio - publicado em Dioc. Foco, Maio/2015)

COMISSÃO DOS 60 ANOS DA DIOCESE FAZ NOVA REUNIÃO



(22/04/2015) Neste ano em que a Diocese de Tubarão celebrará seus 60 anos de existência, um grande Encontro Festivo está sendo preparado. A Comissão Organizadora esteve reunida nesta tarde, numa das salas da Cúria Diocesana, em Tubarão. Dirigida pelo Pe. Lino Brunel, Coordenador Diocesano de Pastoral, a reunião congregou vários leigos e sacerdotes envolvidos diretamente com os festejos. 

O momento mais significativo da comemoração será no dia 15 de agosto, sábado, quando acontecerá uma Concentração de diocesanos na cidade de Tubarão. Os participantes provenientes das várias comarcas da Diocese se concentrarão, primeiramente, nas paróquias de Oficinas, Passagem e Humaitá. Dali caminharão até à Praça da Catedral, onde haverá shows e a Santa Missa presidida por D. João Francisco Salm, às 16h. 

Várias Comissões estão cuidando deste evento e há um clima de muita alegria em todos os organismos eclesiais. Nossa história de fé é marcada pela participação maciça dos fiéis, seja nas paróquias ou nos grandes eventos diocesanos. Por isso, espera-se que a comemoração deste jubileu não seja diferente. Trata-se de um grande louvor diocesano que será elevado aos céus, para honra e glória de Deus. 

Além deste evento, a efeméride está sendo celebrada de várias formas: publicações mensais de Notas Históricas no Jornal Diocese em Foco, mini-programas de rádio de memória histórica, confecção de cartaz, outdoor, Oração especial, folder temático para a Semana da Família, conteúdo presente no Livro para os Grupos de Famílias, Peregrinação Diocesana com as imagens da Senhora da Piedade e da Beata Albertina, etc. 

Que Deus abençoe estes preparativos! Celebremos com alegria nossa fé e nossa caminhada eclesial!

terça-feira, 21 de abril de 2015

MOVIMENTO EMAÚS VISITA NOSSO SANTUÁRIO



(21/04/2015) O clima agradável, que vez por outra permitia que o sol vencesse as suaves nuvens do céu, favoreceu para que muitos romeiros aproveitassem o feriado nacional para visitar nossa região. 

A efeméride que recorda o expoente da Inconfidência Mineira, Tiradentes, foi a data que um grupo de romeiros do Movimento Emaús, da Arquidiocese de Florianópolis, escolheu para fazer seu passeio anual. Além de um ônibus, vários participantes chegaram até nosso Santuário da Beata Albertina em seus carros particulares. Passando por Anitápolis e São Bonifácio, chegaram a São Luiz por volta das 10:30h da manhã. 

Logo em seguida se concentraram no Santuário e participaram da Santa Missa presidida pelo Pe. Chang, um de seus assessores. Também outras excursões provenientes de Águas Mornas e Chapecó participaram da celebração. 

Durante todo o dia muitas pessoas estiveram rezando e passeando em nosso Santuário. Também em Vargem do Cedro, os romeiros fizeram orações na matriz e na Gruta. Muitos turistas visitaram o Museu Pe. Renato Rôhr! 

Seja nos feriados ou nos finais de semana, ou em qualquer dia, sempre é muito bom visitar o Santuário, ou Vargem do Cedro!... pois nossa região é muito linda e abençoada! Bem-vindos, romeiros e turistas!

BRAÇO DO NORTE – RETIRO DO APOSTOLADO DA ORAÇÃO



(18/04/2015) O Apostolado da Oração da Paróquia do Senhor do Bom-fim, em Braço do Norte, promoveu, neste domingo, o Retiro Espiritual. Mais de duzentos membros do Apostolado estiveram presentes. 

O início aconteceu às 13:30h, com a Oração Inicial dirigida pela comunidade local de São Francisco. Depois o Pe. Auricélio conduziu as reflexões a partir da primeira parte da Exortação Apostólica Alegria do Evangelho. 

O encerramento ocorreu com a Santa Missa, ali mesmo, na matriz. Antes de se dispersarem, no Salão Paroquial, houve um café de confraternização. Na ocasião, esteve presente o pároco, Pe. Joel, que recebeu homenagens pelo seu natalício ao longo da semana. Sagrado Coração de Jesus, nós temos confiança em Vós!

MISSIONÁRIAS FILHAS DE VACEDA VISITAM NOSSA COMUNIDADE



(18/04/2015) Neste domingo, Dia do Senhor, a comunidade se reuniu para celebrar sua fé. E, para alegria de todos, entre tantos visitantes, tínhamos a presença de duas filhas de Vargem do Cedro.

Terezinha e Ana sentiram-se chamadas à vida religiosa e se consagraram a Deus na família das Irmãs Franciscanas de São José. Por mais de 40 anos Ir. Terezinha tem vivido sua missão na Holanda; nos últimos anos, cuidando de pessoas idosas. Ir. Ana, por sua vez, entre tantos serviços, há 32 anos trabalha como diretora de hospitais. 

Seus testemunhos ajudaram a confirmar nossa comunidade na missão que o Senhor nos confiou. Rezemos para que o Senhor Deus desperte muitas vocações de especial consagração em nossa paróquia e encoraje as pessoas convocadas!

NO SANTUÁRIO, DEUS ABENÇOA O AMOR DE ALEXSANDRO E SUZANA


(18/04/2015) Com muita emoção, os jovens Alexsandro e Suzana adentraram o Santuário da Beata Albertina nesta noite. Vieram consagrar a Deus o amor que têm cultivado nos últimos anos. 

Pais, irmãos, padrinhos de Casamento e amigos se reuniram para louvar a Deus e participar daquele lindo momento sacramental. Na presença do pároco, os noivos se uniram em Matrimônio e elevaram a Deus um hino de louvor. 

Parabéns aos neo-casados e aos seus familiares! Que a nova família seja instrumento nas mãos do Bom Deus!


GUIDO E SÔNIA CELEBRAM BODAS DE PRATA NA MATRIZ

(18/04/2015) Os filhos estavam irradiantes. Seus pais Guido e Sônia faziam a memória dos 25 anos da caminhada matrimonial. 

O amor que os uniu nesta matriz de Vargem do Cedro há um quarto de século gerou muitos frutos em suas vidas, na vida dos três filhos que foram chegando, e na pertença compromissada na comunidade! 

Por isso, nesta noite, na igreja de São Sebastião, muitos parentes e amigos se reuniram para louvar o Bom Deus que construiu uma linda história de amor na vida deste casal! 

A Missa de Ação de Graças foi presidida pelo Pe. Auricélio, animada pelo casal Geraldo e Edésia, com a ajuda da Equipe de Liturgia. Canções, orações, mensagens e flores marcaram a Santa Missa. Parabéns ao casal jubilar! Que o seu exemplo anime os jovens vocacionados para o Matrimônio a nunca se afastarem do caminho de Deus! Então, suas “casas” serão edificadas “sobre a rocha”!

9º ANIVERSÁRIO DO “NASCIMENTO” DO PE. ALOÍSIO


(17/04/2015) Nesta noite, na matriz de Vargem do Cedro, aconteceu a Missa de Ação de Graças pelo testemunho do Servo de Deus Pe. Aloísio Sebastião Boeing, que há nove anos “nasceu” para o Céu. 

Filho deste nosso vale, aqui cresceu e sentiu-se chamado ao sacerdócio. Era um adolescente de 15 anos e, desde então, o seu “sim” se tornou uma realidade ao longo dos seus 92 anos. 

Espalhou o bem por onde passou e ajudou muita gente a fazer a experiência do Encontro com Jesus, especialmente pela oração e pela devoção eucarística. Pessoas de todos os lugares do país o procuravam para abrir-lhe seus corações. 

Ensinava: “O que temos que fazer é ficar bem unidos com Jesus; então, quando uma pessoa se lembra de nós ou entra em contato, recebe de Jesus diretamente a graça de que precisa. Nós somos só instrumentos; é isto que eu faço”. Serenamente e com fama de santidade, ele faleceu há nove anos, em 2006, às 16h, segurando as mãos de D. Orlando Brandes, na época, Bispo de Joinville. Está sepultado em Jaraguá do Sul, no bairro Nereu Ramos, no jardim ao lado da igreja. 

A missa foi presidida pelo pároco, Pe. Auricélio, e animada pela Associação Coral Santa Cecília, da comunidade. Vargem do Cedro agradece a Deus pelo testemunho tão lindo deste Servo e roga para que ele chegue logo à honra dos altares, para maior glória de Deus!

quarta-feira, 15 de abril de 2015

PADRES SE CONFRATERNIZAM EM BRAÇO DO NORTE

(13/04/2015) Promovido pela Pastoral Presbiteral, nesta segunda-feira, aconteceu Encontros de Confraternização dos padres de cada Comarca. Eu pertenço à Comarca de Braço do Norte. 

Os padres da Paróquia do Senhor do Bom-Fim,  Pe. Joel e Pe. Vandeco, nos recepcionaram em sua Casa Paroquial. Em torno da mesa, tomando café, conversamos animadamente sobre vários assuntos. Sempre num clima de muita fraternidade, cada um pôde dar as suas opiniões. 

Mais perto do meio-dia, os anfitriões nos dirigiram para a sede de uma Associação ali perto para o almoço. Lá chegando, num lugar muito agradável, um casal de leigos já nos esperava com a comida pronta: galinha com polenta! Foi muito bom! Divertimo-nos bastante! Também nas outras três Comarcas Pastorais os presbíteros se reuniram.

ALMOÇO VOCACIONAL REÚNE CENTENAS DE AMIGOS




(12/04/2015) Foi para auxiliar nos investimentos para a formação do Jailson, que a comunidade organizou um Almoço Vocacional. 

A comunidade do Km 60, em Tubarão, sempre rezou muito pelas vocações e já despertou muitas lideranças para a Igreja. Uma dessas lideranças deseja ser padre e isso deixa a comunidade muito contente e comprometida em cultivar esta vocação específica. 

Como o padre não se forma sozinho, toda a Igreja precisa acolher e cultivar cada semente de vocação. Isso significa: rezar, acolher, incentivar, orientar, testemunhar a fé! E também auxiliar financeiramente, quando necessário. Por isso, o gesto da comunidade, em comunhão com a família do seminarista, é tão bonito. 

O almoço reuniu mais de trezentas pessoas no Salão Paroquial da comunidade. Após o momento de Oração, dirigido pelo Jailson, os convidados se deliciaram com um cardápio saboroso: galinha com polenta e acompanhamento! 

Precisamos continuar ajudando na formação dos futuros presbíteros da Igreja e rezando para que muitos vocacionados acolham o dom da vocação!

A INTERCESSÃO DE ALBERTINA – PEDIR COISAS GRANDES!

(12/04/2015) A nossa fé não precisa de milagres, mas o próprio Jesus, quando queria enfatizar determinado ensinamento, dava um sinal especial do Céu. 

Ao longo da história da Igreja, muitos sinais especiais a generosidade divina tem derramado para “marcar” a Sua Presença entre nós. Através da história da Beata Albertina, muitas pessoas têm se aproximado mais do Coração de Jesus. E, em determinadas situações, as pessoas se voltam a Deus e, neste ínterim, buscam a intercessão de Albertina. 

Por isso, frequentemente no Santuário, as pessoas anunciam graças que receberam. Graças comuns e graças admiráveis; mas, sempre, graças de Deus! “Casal” que não podia engravidar, mas engravidou; alguém que estava desenganado pelo médico, mas se curou ou melhorou a sua qualidade de vida; alguém que não conseguia emprego ou uma vaga no Vestibular, mas obteve êxito após interceder à Beata; o casal que reencontrou caminhos para salvar o relacionamento... 

Podemos conversar/orar diretamente com o coração de Deus. Ele está tão perto de nós que até fez do nosso coração o Seu lar. Todavia, cremos que existe uma comunhão entre nós e os que já partiram. Somos a mesma Igreja: a que caminha aqui neste mundo e aquela que está na glória! 

Cremos na intercessão daqueles irmãos que aqui viveram virtuosamente a sua fé. Então, podemos pedir o auxílio da Beata Albertina. Tanto para coisas simples, quanto para situações mais complicadas. Pois, “para Deus, nada é impossível”. Podemos pedir “coisas grandes”, pois Jesus disse “Pedi e recebereis”. E os Santos podem interceder por nós!

ROMEIROS DE NOVA TRENTO VISITAM NOSSO SANTUÁRIO



(12/04/2015) Foi com muita alegria que, neste domingo, recebemos uma excursão de romeiros provenientes da terra de Santa Paulina, Nova Trento. O grupo veio conhecer nossa região e, especialmente, o Santuário da Bem-aventurada Albertina. Participou da Santa Missa dominical e foi acolhido pela comunidade. 

Muita gente da nossa paróquia e de todo o Brasil visita Nova Trento, e se alimenta com o testemunho da querida Santa Paulina. Mas, a presença tão seleta, aproxima ainda mais o nosso Santuário daquele outro lugar santo. 

Também vieram romeiros de muitos outros municípios! Isso deixa nossa comunidade muito feliz. A Missa foi animada pelo trio Marcinho, Matheus e Rafael. A comunidade participou com muita alegria e devoção. 

Ao final, a comunidade fez a Oração pela Canonização de Albertina e recebeu a bênção com a relíquia da Beata. Santa Paulina e Beata Albertina, rogai por nós!

DOMINGO – COMUNIDADE DA MATRIZ CELEBRA A SUA FÉ

(12/04/2015) Hoje, na matriz São Sebastião, em Vargem do Cedro (São Martinho, SC), inaugurou-se o novo horário das Missas Dominicais: 08:15h. 

Os fiéis foram chegando no horário combinado e a igreja ficou tomada pelos cristãos. As crianças oram levadas à Casa São José, sob os cuidados de duas “missionárias” da comunidade. Lá elas foram envolvidas em várias dinâmicas a partir do Evangelho dominical. 

Na matriz, os jovens e adultos celebravam sua fé através da cerimônia eucarística. Tudo correu muito bem, para a glória de Deus. 

No momento da Apresentação das Oferendas, os dizimistas oferentes apresentaram suas ofertas aos pés do altar. 

Após a Comunhão, as crianças retornaram para junto da comunidade e, para surpresa de todos, encenaram o Evangelho do encontro de Jesus com Tomé. Foi muito lindo! 

Depois elas também depositaram a sua oferta do Dízimo junto com a dos adultos.

ENCONTRO DE JOVENS COM JESUS – MATRIZ



(11/04/2015) Várias paróquias têm buscado alternativas para envolver os jovens nas atividades das comunidades, a fim de que eles experimentem a alegria de participar da vida eclesial. A presença da juventude também traz sangue novo para o corpo eclesial, com novas ideias, com percepções próprias.  Os jovens sempre fazem “a diferença”! Mas, como alcançá-los, atraí-los, penetrar em seu interior? 

Bem, ninguém tem uma “bola de cristal” com todas as respostas, mas tem muita iniciativa interessante acontecendo por aí. Aqui em Vargem do Cedro estamos promovendo encontros mensais com os jovens “de boa vontade”. São os Encontros de Jovens com Cristo, como o que aconteceu nesta noite, na matriz. 

Começamos o Encontro às 21:30h. Cerca de trinta jovens estavam presentes e mais alguns adultos apoiadores (especialmente no transporte da rapaziada). O Pároco dirigiu o Encontro. Após uma sessão de cânticos, fez-se uma dinâmica de apresentação em que cada um dizia o seu nome e alo sobre si. 

Após um momento de espiritualização, acolheu-se a Palavra de Lucas 24 “Emaús”. Os clipes “Eles deixaram tudo” e “É preciso saber viver” ajudaram na reflexão. Fez-se uma dinâmica chamada “Para uma pessoa especial”, em que uma caixa de presente é doada a alguém que, por sua vez, a doará para outra pessoa. 

No final, o presente vai ser doado a todos, pois todos são “muito especiais” e “presentes de Deus” em nossas vidas. O EJJ terminou diante do cenário do túmulo aberto com a imagem do Cristo Ressuscitado e da Osterbaum (Árvore da Páscoa). 

O próximo encontro será dia 09 de maio, sábado, no mesmo horário! E está aberto a todas as pessoas!

SANTUÁRIO – 2ª NOVENA DE SÃO LUIZ REPLETA DE ÊXITO

(11/04/2015) Devotos, padrinhos e a comunidade local estiveram reunidos nesta noite no Santuário da Beata Albertina, na comunidade de São Luiz Gonzaga (Imaruí-SC). Era a Missa da 2ª Novena em preparação da festa do padroeiro. 

O Flávio Berkenbrock animou a celebração. A assembleia participou com muita devoção e alegria. Os padrinhos foram convidados entre os amigos dos festeiros desta Novena, dentre eles a Sra. Zonilde Rodrigues Berkenbrock, agente de pastoral na comunidade. O Pe. Auricélio Costa presidiu a celebração, auxiliado pela equipe de liturgia. 

Após a Santa Missa, no Salão de Festas, foram recepcionados todos os convidados. Muita gente aproveitou a oportunidade para entretenimento e reforçar os laços de amizade. Quando os filhos de Deus se reúnem reina a paz, o amor e a fraternidade. 

Os festeiros estavam muito felizes e ofereceram o melhor que podiam para os convivas: boa acolhida e muita alegria! O cardápio era muito especial: salgados e doces, bem do jeito como todo mundo gosta! São Luiz, rogai por nós!

terça-feira, 7 de abril de 2015

FIÉIS SE REÚNEM NA GRUTA DO MARTÍRIO PARA REZAR



(05/04/2015) Neste domingo de Páscoa, às 15h, aconteceu a reza do Terço da Divina Misericórdia na Gruta do Martírio da Bem-Aventurada Albertina, em São Luiz (Imaruí). Muitos romeiros participaram da celebração presidida pelo reitor do Santuário, Pe. Auricélio. 

Após a acolhida, fez-se a motivação da o Terço através de canções e orações. Várias pessoas ajudaram na reza dos mistérios. O sacerdote proclamou o Evangelho da Missa do Domino da Páscoa, Jo 20, e fez uma breve reflexão. Preces, orações, cânticos, aspersão com água benta e bênção da saúde concluíram o momento religioso. 

Todos os presentes receberam a unção com o óleo bento antes de retornarem para suas casas.

COROINHAS E CERIMONIÁRIOS DA MATRIZ RECEBEM PRESENTE DE PÁSCOA



(05/04/2015) Os coroinhas são crianças e adolescentes, meninos ou meninas, que voluntariamente auxiliam o padre e Ministros nas funções litúrgicas. Usam vestes especiais e diferenciadas, cujas cores acompanham os tempos litúrgicos. Na matriz de São Sebastião, em Vargem do Cedro, eles são quase vinte! 

Os cerimoniários são jovens que já foram coroinhas e que, desejando continuar auxiliando nas celebrações, ocupam-se dos trabalhos mais exigentes, como carregar a cruz processional, cuidar do turíbulo e da naveta para a incensação, ser librífero ou outros ministérios que deles necessitarem. Seus paramentos são especiais, para denotar o serviço que realizam. Na matriz, os cerimoniários (ou acólitos) são em torno de dez rapazes. 

Reconhecendo o belo trabalho dos coroinhas e dos cerimoniários, após as Missas de sábado e de domingo, a CAEP os presenteou com doces de Páscoa. Foi uma maneira simples, mas bonita, de dizer-lhes que a Igreja acolhe todos os jovens e reconhece sua importância na comunidade. Na matriz, eles são coordenados pela Zilda Stüpp, que possui um carisma especial para este ministério.

PÁSCOA – SANTUÁRIO PRESTA HOMENAGEM À NOSSA SENHORA

(05/04/2015) 
A manhã de Páscoa no Vale da Beata Albertina estava chuvosa. Os romeiros e moradores da comunidade lotaram o templo para a Santa Missa de Páscoa. A animação esteve à cargo de um grupo liderado pelo Márcio. 

Coroinhas, acólitos e liturgos deixaram a celebração muito harmoniosa. A Católica-TV, a Católica-Rádio e a Rádio Litoral (Imaruí) transmitiram a Missa solene, que foi presidida pelo Reitor do Santuário. Os romeiros eram procedentes de várias cidades do nosso Estado, do Rio Grande do Sul, de São Paulo, inclusive, uma romeira de Portugal. 

Antes do término da Missa, Pe. Auricélio conduziu uma homenagem à Nossa Senhora. Todas as crianças que estavam presentes, quase trinta, trouxeram flores e as depositaram aos pés da Mãezinha de Jesus. Era um sinal de gratidão àquela fiel discípula que nos deus Jesus, o Redentor, que destruiu a morte e abriu-nos as portas do Céu. 

AS NOVAS CRUZES DA VIA-SACRA ESTÃO SENDO CONSTRUÍDAS



(05/04/2015) Uma boa notícia para todos os devotos da Bem-Aventurada Albertina foi pelo Sr. Jandir, Administrador do Santuário em São Luiz. Neste domino de Páscoa, chegou a informação de que as quinze cruzes de cimento para a Via-Sacra da Serrinha de Imaruí estão sendo construídas por uma empresa especializada do município de Armazém. 

As cruzes serão plantadas nas estações que possuem ou possuíam uma cruz de madeira, no trajeto da capela da Forquilha de Aratingaúba até o Santuário. Algumas pessoas já se ofereceram para ajudar a pagar o trabalho e ainda se aceita doações. 

Os interessados podem procuram o Reitor, Pe. Auricélio, ou os senhores Jandir e Abelardo, no Santuário. Espera-se que, tão logo as peças fiquem prontas, já sejam colocadas em seus devidos lugares, com a anuência dos proprietários dos terrenos premiados. 

Parabéns à comunidade pela iniciativa! Parabéns aos devotos por mais este instrumento de oração! Parabéns aos turistas, por mais esta atração em torno do testemunho da Beata Albertina! Nossa gratidão aos fiéis colaboradores.

MATRIZ – A ÁRVORE DA PÁSCOA ESTÁ JUNTO DO SEPULCRO



(05/04/2015) A Missa de Páscoa na matriz aconteceu neste domingo, às 8:30h. A igreja estava repleta de fiéis. A presidência da Missa coube ao Pároco, Pe Auricélio e a animação ao senhor Dinho, juntamente com sua equipe de cantoras. 

As crianças estavam felizes, bem como toda a comunidade. Afinal de contas, é Páscoa! E é preciso celebrar mesmo! A representação da vitória de Jesus com o túmulo aberto estava toda iluminada. 

Ao lado do sepulcro, foi montada uma “Oster Baum”, a Árvore da Páscoa! Jorge e Marilene, os idealizadores, usaram mais de trezentas casquinhas de ovos de galinha pintadinhos, para enfeitar a Árvore. Que o Senhor Ressuscitado inflame nossos corações com a vitória de Jesus!

NA MATRIZ, SOLENE LITURGIA COM ABERTURA DO SEPULCRO



(04/04/2015) Todo o Tríduo Pascal foi muito bonito na matriz de Vargem do Cedro. A solenidade desta noite tinha que fechar “com chave de ouro” todas as funções celebradas. Neste Sábado Santo, a comunidade se reuniu diante do templo, na praça. 

Após os rituais iniciais, adentrou-se com o Círio Pascal no templo, sendo dadas as três batidas na porta, como manda a Tradição. Ainda no escuro, apenas sob a luz de velas, foram feitas as leituras prescritas. 

O pároco anunciou a ressurreição de Jesus cantando “gloria in excelsis Deo”! Imediatamente os sinos bimbalharam, as sinetas também; as luzes da matriz foram acesas, o coral entoou o cântico do Glória e os fiéis se cumprimentaram com votos de Feliz Páscoa! Então o padre chamou as crianças presentes, umas quinze, para junto do altar de Nossa Senhora, em cuja base fora montada um sepulcro de papel. 

Duas crianças (um menino e uma menina) retiraram a “pedra” que cobria o túmulo. E lá dentro deixaram-nos ver a bela imagem de Jesus Ressuscitado! Oi um momento muito significativo! Parabéns ao casal de professores Jorge e Marilene Hellmann pela confecção do túmulo e da Osterbaum (Árvore da Páscoa), que ajudaram a comunidade a celebrar esta solenidade. 

A Associação Coral cantou todas as peças da Missa. O pároco agradeceu o empenho de todas as lideranças da comunidade, inclusive com a participação das Irmãs Religiosas Franciscanas de São José; e lhes desejou “Feliz Páscoa” (“Frohe Ostern”).

SOLENE CELEBRAÇÃO PASCAL NO SANTUÁRIO



(04/04/2015) A comunidade de reuniu diante do Santuário da Bem-Aventurada Albertina para o início da celebração da “Grande Noite”. Além dos moradores do lugar, muitos romeiros da redondeza estavam presentes para a solene função litúrgica. 

Uma grande fogueira estava ardendo no meio do povo quando teve início a Santa Missa, que foi presidida pelo Pe. Auricélio. Aí aconteceu a saudação, a bênção do Fogo Novo, a preparação e incensação do Círio Pascal. 

Após a solene introdução do Círio no Santuário, que estava às escuras, aconteceram as Liturgias da Palavra e Eucarística. Os Meios de Comunicação transmitiram a celebração pela internet. O Márcio e o Rafael animaram a celebração. A assembleia participou com muita concentração e alegria. Os altares estavam bem enfeitados e com alfaias na cor branca. 

Após a celebração, os cristãos se cumprimentaram e retornaram para suas casas, levando Cristo Ressuscitado em seus corações!

COMUNIDADE DE FORQUILHA CELEBRA A PÁSCOA


(04/04/2015) A celebração da Páscoa, neste ano, na comunidade de Forquilha de Aratingaúba, precisou acontecer no meio da tarde, às 16:30h. Os cristãos se concentraram diante da gruta de Nossa Senhora de Fátima, ao lado da igreja, para a cerimônia de bênção do fogo novo. 

O seu Luiz, coordenador da CAEP, organizou a fogueira. Após a preparação do Círio Pascal, o pároco, Pe. Auricélio, convidou os fiéis a adentrarem a capela, que estava fechada. 

Após três batidas rituais na grande porta, ela se abriu e, atrás do Círio Pascal, a comunidade adentrou o recinto sarado, cantando: “Eis a luz de Cristo! Demos graças a Deus”! A Missa solene transcorreu normalmente. Após a solene bênção de Páscoa, as pessoas se cumprimentaram e retornaram felizes para suas casas.

ASSOCIAÇÃO CORAL SANTA CECÍLIA ABRILHANTA O TRÍDUO PASCAL EM VARGEM DO CEDRO



(04/04/2015) Já é tradição na comunidade que, nas funções litúrgicas do Tríduo Pascal, a Associação Coral da matriz se encarregue das canções. Com repertório próprio e especialmente montado para a cada Missa, o Maestro Sebastião Effting (conhecido por Bath) dirige os vinte cantores, auxiliado pelo seu teclado.  

Tal repertório é herança do saudoso Pe. José Mülholf, pároco do lugar nas décadas de 80 e 90. “Cantamos estas canções desde que éramos meninos”, revelou um dos componentes, o Sr. Geraldo, atual Coordenador da CAEP; “Elas estão incrustadas dentro de nossas almas”, arrematou. 

A emoção e a compenetração tomam conta da assembleia durante as celebrações. Muitas pessoas fecham os olhos e mergulham nos mistérios sagrados animadas pelos acordes e arranjos vocais. Parabéns ao maestro Bath e a cada um dos coralistas.

PROCISSÕES MARCAM A NOITE DE SEXTA-FEIRA SANTA NA VACEDA




(03/04/2015) Como já vem acontecendo há alguns anos em Vargem do Cedro (Vaceda), nesta Sexta-feira Santa, as mulheres do lugar se concentraram na matriz São Sebastião para a Procissão com a imagem da Senhora das Dores. 

A imagem foi colocada num andor, enfeitado apenas com umas poucas flores, como o costume. Junto ao andor, algumas senhoras dirigiam cânticos e orações, e eram acompanhadas por uma centena de senhoras, jovens e meninas. Nas imediações do Fluss Haus se concentraram os homens do bairro. Eles carregavam velas e a Cruz do Senhor Morto. 

O Pe. Auricélio e outros senhores dirigiam músicas e orações próprias. Senhores, jovens e meninos acompanhavam fervorosamente o cortejo. As duas procissões se encontraram na altura da rua que leva para o Cemitério de São Sebastião. Ali houve um momento de orações e uma breve reflexão. 

A grande procissão, agora, seguiu até o interior do Campo Santo, onde as imagens foram depositadas, na capela de Nossa Senhora da Piedade. Os fieis se espalharam pelas sepulturas, carregando suas velas acesas. 

Dali da capela o pároco proferiu o Sermão da Soledade. Cantou-se e rezou-se mais um pouco até que o povo foi despedido para suas casas. Em silêncio as pessoas visitaram os jazigos de seus familiares e, certos da vitória do Senhor, retornaram para suas casas.

SANTUÁRIO DE ALBERTINA RECEBE ROMEIROS PARA A CERIMÔNIA DA PAIXÃO

(03/04/2015) 
Muitos devotos e romeiros se reuniram no Santuário de Albertina nesta tarde de Sexta-feira Santa. A cerimônia teve início às 16h, presidida pelo Reitor Pe. Auricélio. 

Com a ajuda da Equipe de Liturgia, a assembleia pôde vivenciar os principais momentos da Paixão e Morte do Senhor Jesus. O grande crucifixo encoberto por um pano vermelho estava depositado sobre o túmulo da Beata Albertina. 

No alto, o sacerdote o transportou até o presbitério, onde houve o ritual da leitura da Paixão, seguido dos demais rituais: descerramento da Cruz, Oração da Igreja, Adoração do Cristo na Cruz e Comunhão. Pela Internet, muitas pessoas puderam acompanhar as funções pela Católica-TV e pela Católica-Rádio. 

CERIMÔNIA DA PAIXÃO EM VARGEM DO CEDRO



(03/04/2015) Às 14:30h, na matriz de Vargem do Cedro, o Pároco presidiu a Cerimônia da Leitura da Paixão com os rituais da Oração Universal, Apresentação da Cruz do Senhor, da Adoração de Cristo na Cruz e da Comunhão Eucarística. A igreja estava repleta de cristãos. Havia um clima de consternação na assembleia. 

A Associação Coral cantou um belo repertório durante a função. O templo estava despido de flores, toalhas e outros enfeites. Espera-se a grande Celebração da Páscoa, amanhã. Por hora, espiritualmente vivencia-se a solidariedade com Jesus na Sua Santa Paixão e Morte. 

ENTREVISTA À RÁDIO DE ARARANGUÁ



(03/04/2015) Nesta manhã de Sexta-feira Santa, após as Confissões no Santuário, encontrei-me com João Batista Teixeira de Souza, mais conhecido pela alcunha de J. Souza. 

Ele é um radialista, natural de Imaruí. É o responsável pelo programa NA SINTONIA DE MARIA, nas manhãs de sábados, pela Rádio Voz da Vida 104.3 FM, em Araranguá. 

Conversamos um pouco e, depois, gravei uma mensagem de Páscoa aos radiouvintes. Falei sobre o testemunho de Albertina e convidei os ouvintes para visitarem o nosso Santuário. 

CAMINHADA PENITENCIAL ABRE A SEXTA-FEIRA SANTA EM VARGEM DO CEDRO

(03/04/2015) A natureza estava se acordando da noite intensa. Sexta-feira Santa chegava iluminado pelo sol quente. Duas centenas de cristãos se reuniram no trevo que dá acesso ao Distrito de Vargem do Cedro. É lá que está construída a primeira Estação da Via-sacra. 

As outras Estações se encontram ao longo do trajeto que leva até a matriz. Elas são zeladas pelas famílias que residem nas suas imediações. Foram construídas há uns dez anos, quando o Pe. Renato Rôhr paroquiava este lugar. 

A procissão teve início às 7:30h, conforme o combinado. O Pe. Auricélio fez a motivação inicial. Diante da multidão era levada solenemente a cruz do Senhor Jesus. 

A cada Estação a procissão parava para se fazer as leituras e rezas relativas ao quadro exposto no monumento. Entre um e outro monumento, o pároco e seus ajudantes dirigiam reflexões, cânticos e orações. 

Pessoas de todas as idades estavam presentes. Com muita devoção e compenetração, as pessoas meditavam as principais passagens da condenação e morte do Senhor, à luz da Campanha da Fraternidade deste ano, cujo tema foi “Fraternidade: Igreja e Sociedade”. A Caminhada Penitencial terminou na matriz, por volta das 09:15horas.