LIÇÕES DE UM PÔR-DE-SOL




Há pessoas que sentem enorme prazer em levantar-se mais cedo somente para contemplarem o nascer do sol. Outros há que se encantam com a grandeza do mar cujas ondas quebradiças vem tocar praias e rochas. Diante das águas cadentes de uma cachoeira eu já vi gente com os olhos cheios de lágrimas.
Quanto a mim, dentre todas as manifestações da natureza, encanta-me o pôr-do-sol no horizonte ou refletido nas águas da lagoa mansa. Trago esta imagem como uma alegoria de como entendo o que seja o final do ano.
Neste ano, assim como a alvorada, nós vivemos juntos momentos muito intensos e cruciais. Conhecemos novas pessoas, vivemos experiências inusitadas, lutamos para sobreviver cada dia. Também enfrentamos momentos que exigiram de nós astúcia, inteligência, maturidade, reflexão, abnegação e muita fé. Como ondas quebradiças, talvez tenhamos até nos machucado, mas não desistimos. Recompúnhamo-nos a cada golpe. Em muitas ocasiões nossa palavra de ordem foi “superação”... ou “avante”... ou “força e coragem”!
Lá no íntimo de nós uma força misteriosa não permitiu que desistíssemos. Que força é esta? É o poder de Deus que nos brindou cada dia com a graça da VIDA. E não deixou de enviar anjos para que nossos passos fossem firmes diante das escolhas que tivemos que fazer.
Neste ano, assim como pudemos contemplar no final de cada dia, quando tudo sugeria melancolia e mesmice, surgia um lindo sol, maravilhoso e único. De fato, os pôr-de-sóis não são iguais uns aos outros. Eles se refazem a cada entardecer para gestar, durante a noite, o novo dia que vai nascer!
Estamos chegando ao final de mais um ano pastoral. Nestes meses que vivemos juntos, nunca nos faltou a confiança em Deus, nosso Sol Maior... Sol sem ocaso! Portanto, final de ano não é apenas o fim de um tempo marcado no calendário. É a preparação para o Ano Novo (o novo dia!) que está chegando!
O Papa Francisco tem pedido para “exorcizarmos” todo pessimismo, pois Jesus é a nossa mais verdadeira e real ALEGRIA (EG 84)! Nós vivemos um ano intenso e que vai passando muito rápido. Passaram as Ordenações Diaconais e Presbiterais, as festas da Páscoa e dos padroeiros. Até parece que foi ontem que nós torcemos para a esquadra do Brasil durante a Copa do Mundo ou que exercemos o direito-dever de votar e escolher nossos mandatários. Enfim, já é Advento outra vez!... já é Natal do Senhor!
Você já se deu conta de que o tempo está passando rapidamente? É o tempo que passa pela gente, ou é a gente que passa pelo tempo? Na verdade, isso não importa muito! O que vale é que precisamos renovar as nossas forças em Deus, o nosso Sol. E conservarmos a ESPERANÇA! No linguajar do Papa Francisco, nós não podemos ceder aos “profetas da desgraça”, mas, sim, anunciarmos a ALEGRIA em Jesus!
E é esta a minha sensação ao contemplar o pôr-do-sol no final de cada jornada. Pois o sol é lindo e forte! E eu creio que ele irá renascer no alvorecer de cada aurora do novo ano. Não percamos nunca a ESPERANÇA!
Abençoado 2015 para todos!


Pe. Auricélio Costa – Promotor Vocacional
ESPAÇO VOCACIONAL – Diocese em FOCO - Dez/2014

Comentários