quinta-feira, 31 de outubro de 2013

MISSA VOCACIONAL EM SÃO JUDAS TADEU



30 de outubro de 2013. 19.30h. Mais uma vez a comunidade de São Judas Tadeu, da paróquia de Humaitá (Tubarão), nos convidou para a Missa de encerramento do ano catequético na comunidade. 

Os catequizandos, dos vários níveis, estavam acompanhados dos pais e de seus catequistas. Os seminaristas Daniel W., Jean, Gustavo e Micael me acompanharam e cuidaram da animação. O povo todo cantou e participou ativamente da celebração. Eu também cantei “Jesus, Sol eterno”, ao final da homilia. 

Os catequizandos da Iniciação fizeram a Celebração da Fé, juntamente com a sua catequista Maristela. Terminada a cerimônia, conversamos bastante com as lideranças.

PINHEIRAL – MISSA VOCACIONAL



27 de outubro de 2013. 10h. Chegamos um pouco atrasados em Pinheiral e encontramos o povo reunido e cantando. O Grupo de Jovens Querigma canta muito bem e ajudou a comunidade a celebrar sua fé. 

Todavia, a celebração foi tranqüila, muito ungida. Os seminaristas se apresentaram e fizemos uma motivação vocacional. Muitas pessoas vieram conversar conosco ao final da Missa. É sempre muito bom celebrar o amor de Deus! 

RIO FORTUNA – MISSA VOCACIONAL NA MATRIZ SÃO MARCOS



27 de outubro de 2013. 8.30h. O domingo amanheceu ensolarado em Rio Fortuna. Eu e os seminaristas Lucas Rodrigues e Sadionei, de Braço do Norte, acolhemos o pedido do pároco, Pe. Pedro Goulart, para ajudá-lo nas celebrações. 

A celebração foi muito bonita, animada pelos cantores da comunidade. Deixamos nosso apelo vocacional, visto que aquela comunidade já foi um verdadeiro celeiro de vocações religiosas, mas que, nos últimos tempos, não tem oferecido mais nenhum destes frutos à Igreja. Cumprimentamos as pessoas, conversamos um pouco e partimos para o compromisso seguinte.

BARBACENA – MISSA VOCACIONAL NA FESTA DE SÃO JUDAS TADEU



26 de outubro de 2013. 21h. Depois de nossa peregrinação por Laguna, chegamos, sob chuva forte, à comunidade de Barbacena. Era festa de seu padroeiro, S. Judas Tadeu. 

A imagem, porém, demorou mais de uma hora para chegar, transladada de Magalhães, devido à chuva e às péssimas estradas. A Polícia Militar acompanhou o cortejo. Um ministério de Música de Barranceira animou a celebração. 

A capela ficou lotada de devotos. Os seminaristas auxiliaram na liturgia. Tudo correu muito bem. Terminada a celebração, recebemos um lanche da comunidade.

VILA-FLOR – ENCONTRO CATEQUÉTICO-VOCACIONAL



26 de outubro de 2013. 14h. Tarde quente em Capivari de Baixo. Chegamos cedo na comunidade de Vila-Flor, que recentemente construiu sua primeira capela. Os catequizandos, as lideranças e alguns pais foram chegando para o Encontro catequético. Os seminaristas cuidaram da animação e me auxiliaram em todo o evento. Houve muita participação e alegria. 

Ao final, foi oferecido um lanche maravilhoso para todos os presentes. Dali nós partimos para Laguna. Visitamos o Recanto dos Arcanjos, onde concluímos o terço. Fomos ao Molhes de Laguna, às matrizes de Magalhães e Santo Antônio. Nesta, encontramos o Pe. Nilo Schlickmann que, gentilmente, nos acolheu em sua casa, onde tomamos um delicioso café. 

ASSEMBLEIA DA PASTORAL VOCACIONAL DIOCESANA


26 de outubro de 2013. 8.30h. Nesta Assembleia estavam presentes os representantes de três Comarcas da Diocese (das paróquias de Gravatal, Jaguaruna, Oficinas, Grão-Pará), a Ir. Edilsa (da CRB) e eu, o Coordenador. Após a aprovação da Agenda, a religiosa dirigiu a Espiritualização. 

Fizemos a Memória da Caminhada, e eu contextualizei a nossa Assembleia recordando as palavras do Papa Francisco (JMJ), o projeto da CNBB “Comunidade de comunidades – uma nova Paróquia”, as reflexões de D. João Francisco à PV, e a realidade vocacional em nossa Diocese. E fiz uma questão - O quê nos motiva no Serviço de Animação Vocacional? As respostas foram muito lindas, profundas e emocionantes. 

Recordamos as Prioridades do Regional (JUVENTUDE, FAMÍLIA, PASTORAIS SOCIAIS, perpassadas pela ANIMAÇÃO VOCACIONAL). E o Objetivo Geral da PV diocesana. Fizemos uma Avaliação da PV quanto às Prioridades Diocesanas. 

E avaliamos as Atividades específicas da PV neste ANO DA FÉ e da JUVENTUDE – nossas reuniões de articulação em todos os níveis, Encontros com Coordenadores Comarcais de Coroinhas, Encontrões para Garotos, Estágios Vocacionais para Rapazes no Seminário, celebração do 50º Dia Mundial de Oração pelas Vocações, Semana do Seminarista: Campanha de Orações, 5º Encontro Vocacional Feminino – parceria com a CRB, 8ª Romaria Vocacional, celebração do Mês Vocacional, dos Encontros Comarcais de Coroinhas, das nossas Atividades com o Setor Juventude - Peregrinação da Cruz da JMJ e “Bote-fé” Diocesano, Semana Missionária JMJ, ENJOCRI, da nossa presença na Reunião Regional da PV (Fpolis) e no Encontro Regional de Formação da PV (Lages).

A partir das novas prioridades diocesanas para 2014 (Família, Formação, Catequese), definimos nossas “ações comuns”. 
FAMÍLIA – incentivar os animadores vocacionais a apoiarem os trabalhos em favor da família, inclusive do processo de implantação da Pastoral Familiar. 
FORMAÇÃO – a) aproveitar as oportunidades de Formação que a Diocese oferecerá nos vários níveis (paroquial, comarcal e diocesano). b) Iniciar a Escola Vocacional Diocesana, com dois encontros anuais, aberta a todos os que desejarem, mediante inscrições, nos sábados à tarde (das 14 às 18h), na CEDA. Cada etapa pode encerrar-se com Missa e jantar. 
CATEQUESE – a) continuar apoiando a missão e o trabalho dos catequistas. b) promover Encontros Catequético-vocacionais em nível paroquial e, quando solicitado, nas comunidades.

Para o próximo ano a PV tem, ainda, outros compromissos - Simpósio Vocacional do Brasil e o Encontro Regional de Formação. Foram feitos vários comunicados. Agora, acontecerão as Assembleias Comarcais da PV, onde estas decisões serão encaminhadas. 

RETIRO DOS SEMINARISTAS MENORES



25 e 26 de outubro de 2013. O Retiro Espiritual Anual dos nossos seminaristas menores e propedêutas aconteceu nestes dias nas dependências da CEDA – Casa de Encontros Dom Anselmo, em Tubarão. 

Os seminaristas apenas souberam quem seria o seu pregador na abertura dos trabalhos. E ficaram alegremente surpresos quando se depararam com o Pe. Pedro Paulo das Neves, reitor do Seminário Teológico de Tubarão, em Florianópolis. 

Ao final do evento, todos estavam muito felizes. A Missa e o almoço marcaram o encerramento do Retiro. Nossa imensa gratidão ao pregador, que contou com o apoio incondicional do Pe. Pedro De Biasi, nosso reitor, e dos seminaristas participantes.

IMBITUBA – FESTA NA SAGRADA FAMÍLIA



25 de outubro de 2013. 20h. Esta comunidade situa-se nas margens da BR-101, na entrada Sul de Imbituba. Ao chegar, já encontrei a capela repleta de pessoas. Surpreendeu-me o Grupo Menino Luz, constituído por uns 20 jovens da comunidade vizinha de Santo Antônio. 

Fizeram um trabalho muito importante! Receberam o reconhecimento de todos. Os festeiros estavam contentes e tudo correu tranquilamente, para a glória de Deus. Pude reencontrar muita gente querida e celebramos o Santo Sacrifício com muita unção.

HUMAITÁ – ENCONTRO NO GRUPO DE ORAÇÃO JOVEM



24 de outubro de 2013. 20h. A Terezinha e o Dênis coordenam um GOJ – Grupo de Oração Jovem, na matriz Senhora de Fátima, em Humaitá (Tubarão). Nesta noite de quinta-feira, eu acompanhei um grupo de seminaristas (Jean, Sadionei, Daniel Cardoso e Lucas Rodrigues) numa visita ao Grupo. 

Eles coordenaram a reunião, tratando do tema “Vocação, dom de Deus”. Tocaram violão, cantaram, rezaram, deram testemunho, levaram à reflexão sobre o tema... foi tudo muito bom! 

A chama da JMJ continua acesa entre nossos jovens. É bonito vê-los falar da experiência no Rio de Janeiro. Do Grupo, além dos seminaristas, apenas a Samantha, foi à JMJ. E estava ainda “acesa” com aquela luz que o Papa transmitiu. Os seminaristas voltaram muito felizes do encontro realizado.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

ENJOCRI – ENCONTRO DE JOVENS CRISTÃOS



20 de outubro de 2013. A juventude reunida é sinônimo de alegria, agitação, festa e... (pasmem!) oração! Sim, trata-se do Encontro de Jovens Cristãos que aconteceu neste domingo, em Treze de Maio. Cerca de dois mil jovens, provenientes das várias paróquias da Diocese, acolheram o convite do Setor Juventude Diocesano para participar do Encontro. 

O dia ensolarado facilitou a presença da galera. A Banda Missão Totus Tuus, de Joinville (que, por sinal estava lançando seu primeiro CD “Todo Teu”) garantiu a festa! A rapaziada invadiu a quadra do ginásio poliesportivo da cidade e dançou até cansar... Mas quem disse que jovem se cansa? Muitas mensagens foram trazidas aos participantes pelos grupos de jovens, através de encenações, coreografias e músicas. 

Pe. Nivaldo Ceron e Pe. Antônio Salvador, da paróquia anfitriã, deram as boas vindas a todos. Eu ajudei na Oração Inicial. O Pe. Pedrinho Goulart fez uma reflexão após depoimentos de pessoas que estiveram na JMJ. O almoço foi servido no Salão Paroquial. 

À tarde, no ginásio, aconteceram apresentações artísticas e a Santa Missa, após uma caminhada pelas ruas da cidade. D. João Francisco presidiu a celebração, acompanhado por vários sacerdotes. A banda Atos 2, de Capivari de Baixo, animou a Missa. No final, o Bispo sorteou vários brindes e, como havia prometido, também sorteou a sua cruz peitoral especial da JMJ. E a contemplada foi uma jovem de Rio Fortuna. 

Eu e os seminaristas, terminado ENJOCRI, fomos visitar e jantar com a família do Matheus Magagnin, em Santa Cruz, ali mesmo em Treze de Maio.

SÃO BERNARDO – MISSA VOCACIONAL

19 de outubro de 2013. 18.30h. Os seminaristas Gabriel Gonçalves e Sadionei Pires me acompanharam nesta celebração na comunidade de S. Bernardo, em Humaitá (Tubarão). Celebramos o Dia das Missões, com tom vocacional. 

Os catequizandos da Iniciação estavam presentes, acompanhados de suas catequistas. Isso nos motivou a fazermos encenação dos textos bíblicos, com a participação da galerinha. Os seminaristas deixaram seus recadinhos vocacionais, motivando a comunidade. 

O pessoal está bem animado para a Vigília de Adoração que acontecerá no próximo dia 8 de novembro, na qual eu também estarei presente.

INDAIAL DE CIMA – MISSA FESTIVA DE APARECIDA



13 de outubro de 2013. 9.30h. Esta foi a primeira vez que tive a alegria de presidir a Missa nesta comunidade de Nossa Senhora Aparecida, em Indaial de Cima, paróquia de Gravatal. Foi o Pe. Paulo quem me solicitou esta presença. 

A manhã estava ensolarada e meus pais me acompanharam. A capela de madeira, muito encantadora, localiza-se numa espécie de vale, entre morrarias e arvoredos e riachos. Belo lugarejo! 

Logo que chegamos, D. Conceição, uma das líderes, veio nos recepcionar. A animação ficou com o Grupo de Cantores da comunidade vizinha de Indaial. A Missa foi ao ar livre, pois a capela não comportava tanta gente que ali se reuniu. Pessoas descendentes dos antigos moradores da localidade vieram celebrar sua fé e vivenciar momentos de grande confraternização. Terminada a celebração, pudemos conversar com toda a gente.

GUAIÚBA – MISSA FESTIVA E LANÇAMENTO DO PRIMEIRO CD



12 de outubro de 2013. 19h. Esta foi uma noite de gala para a comunidade de São José, na Guaiúba (Imbituba). Além de celebrarmos a festa de N. Sra. Aparecida, na Santa Eucaristia, ainda era a comemoração dos 25 anos de caminhada da Equipe de Cantores São José. 

Para celebrar este jubileu o Grupo gravou o seu primeiro CD “Felicidade”. É fácil imaginarmos a alegria e a emoção dentro dos corações dos cantores e músicos!... e de toda a comunidade, que lotou a igreja! Toda a celebração foi assim. 

A maestrina Sandra, recebeu uma homenagem especial pela condução do Grupo por anos a fio, sempre com muita segurança e amizade. Os membros falecidos foram recordados num cartaz com suas fotografias. Também as pessoas que deixaram o Grupo por outros motivos foram lembrados. 

Terminadas as homenagens, todo o povo presente foi ao Salão Paroquial para a cerimônia de lançamento do CD. Houve muitas homenagens, inclusive eu fui contemplado com a primeira cópia do CD, e até distribuição de presentes para os convidados. Além da torta comemorativa, muitas outras tortas e guloseimas e bebidas incrementaram a festança!

Parabéns ao Grupo São José! Parabéns à Sandra e ao Jaime, seu esposo, pela conquista deste feito! E eu bem sei que tudo foi para a glória de Deus, pois este pessoal é muito humilde e dedicado. Agora, através deste CD, deixou também registrado o seu maravilhoso talento para cantar e compor lindas canções!

PENHINHA – MISSA DE NOSSA SENHORA APARECIDA



12 de outubro de 2013. 17h. Na comunidade da Penhinha, na paróquia de Nova Brasília (Imbituba), sempre tudo é muito bem organizado. Muita gente acorreu à comunidade neste dia de feriado nacional, para homenagear a padroeira do Brasil. A linda imagem, toda ornada com flores, foi trazida em procissão, no interior de uma Kombi. 

Os festeiros a entronizaram na capela, sob aplausos emocionados dos fiéis. O grupo de cantores pertence à comunidade de Campo D’Una. Fiquei sabendo que entre os seus membros há compositores e que sonham em gravar o próprio CD. Dei-lhes várias dicas, pois entendo que a música católica precisa ser registrada, levada às pessoas e valorizada, como eficaz instrumento de evangelização. Foi muito bom celebrar a fé com gente tão devota. Tudo transcorreu muito bem, para a glória de Deus.

MISSA VOCACIONAL NA VILA SÃO MATEUS



11 de outubro de 2013. 20h. No alto do morro, de onde se tem uma vasta visão do bairro de Rio Bonito, está a vila de São Mateus, na comunidade de Floresta, em Braço do Norte. Ali moram pessoas simples, trabalhadoras... e de muita fé. 

Ali celebramos a Missa-novena da Senhora da Saúde. Ao chegar, encontrei o povo reunido no pátio de uma residência. A equipe de cantores já estava animando os fiéis. Tudo foi preparado com muito carinho, fazendo-nos recordar o tempo dos primórdios de nossa Igreja, quando os cristãos se reuniam nas casas para a Santa Ceia. 

O seminarista Sadionei, ali da paróquia, me acompanhou e dirigiu a homenagem à Nossa Senhora. A celebração transcorreu muito linda, graças a Deus, com uma participação especial dos catequizandos.

AGUADA – IMBITUBA – MISSA VOCACIONAL



10 de outubro de 2013. 20h. O vento soprava frio nas praias de Imbituba. A comunidade de N. Sra. Aparecida, na Aguada, situa-se nas proximidades do Porto de Imbituba. Nesta noite tive a alegria de presidir a Missa-novena em preparação para a festa da padroeira. 

A bonita capela ficou repleta de fiéis. O Movimento de Irmãos da matriz animou a celebração. O povo participou com muita concentração e devoção. Sempre é muito bom festejar a Mãe do Senhor Jesus!

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

MISSÃO – VOCAÇÃO VITAL DA IGREJA


Era para ser apenas uma conversa informal acerca de uma possível cirurgia. Eu estava preparando um jovem vocacionado para visitar seu médico. Foi quando eu ouvi dele um belo testemunho: “Padre, enquanto converso com o médico, faça-me o favor de rezar para que não seja nada que me impeça de ser padre também, pois quero anunciar a Palavra de Deus!”.

Seria bem outra a história da humanidade se tivéssemos compreendido bem a missão que o Senhor Jesus no confiou antes de “subir” para o Céu. Ele disse: “Ide e fazei discípulos meus entre todas as nações”. Em muitas histórias, essas palavras caíram como boa semente num terreno bem arado e fértil. Tais corações foram tomados de um vigor e um impulso como nunca se vira antes, capazes de levá-los a terras desconhecidas, aprender idiomas complicados e reaprender a viver em culturas bem distintas e diversas. A certeza de que o Senhor nunca os desampararia os fez atravessarem oceanos e enfrentar mil perigos para anunciar a Boa Nova.

É sempre salutar conhecermos testemunhos de missionários do presente e do passado acerca de suas “aventuras” para fazerem crescer o Reino de Deus. E não tem como não nos questionarmos sobre a forma como vivemos a nossa religião diante de exemplos tão fortes. Como ficar insensíveis diante do testemunho de Damião de Molokai ou dos Santos Mártires do Rio Grande – Afonso, João e Roque (veja os filmes “Damião, o Santo de Molokai”, “A Missão”, “Hotel Ruanda”, etc)?

É realmente urgente que nós cristãos assumamos nossa missão batismal! Essa “pressa” nos foi transmitida recentemente pela visita do Papa Francisco ao nosso país. De maneira muito clara e direta, no Encontro com os jovens argentinos, na Catedral São Sebastião do Rio de Janeiro (25/07/13), o Papa abriu seu coração:

“Desejo dizer-lhes qual é a conseqüência que eu espero da Jornada da Juventude: espero que façam barulho. Aqui farão barulho, sem dúvida. Aqui, no Rio, farão barulho, farão certamente. Mas eu quero que se façam ouvir também nas dioceses, quero que saiam, quero que a Igreja saia pelas estradas, quero que nos defendamos de tudo o que é mundanismo, imobilismo, nos defendamos do que é comodidade, do que é clericalismo, de tudo aquilo que é viver fechados em nós mesmos. As paróquias, as escolas, as instituições são feitas para sair; se não o fizerem, tornam-se uma ONG e a Igreja não pode ser uma ONG... Mas este é o meu conselho. Obrigado pelo que vocês puderem fazer.”

Neste Mês Missionário, o Espírito Santo interpela cada cristão. E as palavras dos Bispos de Guiné Bissau (D. Pedro Zilli e D. José Lampra Cá), durante sua visita à nossa Diocese (13/08/13), nos convidam à uma tomada de atitude concreta. Eis o desafio que eles nos propuseram: assumir uma Paróquia numa das duas Dioceses de lá, enviando um padre por pelo menos seis anos. Com o tempo, leigos também poderiam participar do Projeto Missionário. E justificaram:

“Estamos abertos a todas as parcerias, tanto na evangelização, quanto nas áreas de desenvolvimento social. Sentimos uma grande abertura da Igreja do Brasil para esta nossa realidade. Precisamos ajudar nosso povo a viver mais dignamente e a fazer um encontro com Jesus Cristo. Vivemos sérios problemas advindos da instabilidade político-militar, que compromete nosso desenvolvimento, nossa segurança e nosso trabalho de evangelização também. Diante disto, o quê fazer? Não podemos ficar parados, esperando. Pois somos co-responsáveis pelo destino dos outros irmãos. Não temos direito de sermos felizes sozinhos.”

E os Bispos africanos argumentaram com ousadia profética: “A primeira forma de colaborar para uma transformação é evangelizar. Mas há paróquias sem padres e tantas atividades que precisam ser implantadas. Lá podemos dizer ‘os trabalhadores da messe são poucos’. Sinto que este nosso encontro aqui hoje é também uma oração ao Senhor. Precisamos anunciar Jesus na Guiné, pois quando Ele entra no coração, provoca verdadeiras transformações. Nós não somos um país maldito, onde nada funciona. Cremos que o país é viável e que é querido por Deus. Nossa presença é quase uma intervenção profética para erguer a autoestima do guineense. Vossa Diocese é muito bem-vinda em nossas Dioceses de Guiné-Bissau!"

Vivemos o Ano da Fé e da Juventude! Que o Espírito Santo nos revigore interiormente para assumirmos nossa missão com entusiasmo! Pois a missão é a vocação vital da Igreja; o que significa que é para “missionar” que ela existe! E foi isto que aquele meu irmãozinho vocacionado, lá no hospital, já percebeu tão claramente. Pe. Auricélio Costa – Promotor Vocacional Diocesano

SÃO JOÃO – MD – MISSA FESTIVA DA SENHORA APARECIDA

06 de outubro de 2013. 20h. A comunidade de São João (Margem Direita, Tubarão), da paróquia São José, está celebrando a festa em homenagem a Nossa Sra. Aparecida. Nesta noite, eu e um grupo de seminaristas estivemos participando da Santa Missa. A capela estava toda enfeitada e ficou tomada pelos fiéis. O andor com a imagem de Aparecida foi colocado num lado do presbitério, sob uma coroa de balões coloridos, em forma de flores coloridas. Os seminaristas se apresentaram e fizeram um apelo vocacional muito bonito. Depois da celebração, conversamos com o pessoal da animação (liderados eplo professor Paulão), e com as lideranças. Foi-nos oferecido um lanche.

HUMAITÁ – MISSA VOCACIONAL

06 de outubro de 2013. 18.30h. Não dá pra ficar um final de semana sem participar da Missa em comunidade. Nós, cristãos, sabemos o quanto é importante a participação na Ceia dominical. À convite do Pe. Itamar, o pároco, eu e um grupo de seminaristas estivemos participando da Missa na matriz Nossa Senhora de Fátima, em Humaitá, Tubarão. A igreja ficou repleta de fíeis. Celebramos nossa fé com muita alegria e compenetração. Os seminaristas se apresentaram e fizeram um momento vocacional.

3º ENCONTRAO VOCACIONAL – SEMINÁRIO DE TUBARÃO

06 de outubro de 2013. O lindo dia de primavera era propício para receber as crianças e adolescentes em nosso Seminário. Sim, nosso espaço físico é repleto de jardins e arvoredos, constituindo um local ideal para se passar um dia especial. Os seminaristas organizaram a Casa e se distribuíram para dar conta dos vários serviços ao longo do dia. Todavia, apenas doze rapazes aceitaram nosso convite para este Encontro Vocacional. Mesmo assim, a agenda foi cumprida e o Encontrão foi muito bonito. Houve muita animação e pudemos contar com o apoio do Igor, com seus instrumentos musicais. Houve momento de entrosamento, lanche, reflexão, Missa Vocacional, brincadeiras... Queremos deixar registrada nossa gratidão aos meninos de Capivari e Gravatal, que participaram do evento. Bem como aos nossos seminaristas e ao Pe. Pedro, que permitiram a realização de mais esta atividade de animação vocacional.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

POÇO FUNDO – MISSA VOCACIONAL EM BRUSQUE



29 de setembro de 2013. 7:30h. Bem cedo, eu e um grupo de seminaristas, fomos à comunidade de Poço Fundo, no interior de Brusque. Fomos muito bem recepcionados pelas pessoas. Um grupo de cânticos, formado por pessoas idosas, animou muito bem a celebração. 

Os seminaristas se apresentaram e alguns partilharam suas caminhadas vocacionais, edificando a todos. Eu também usei o violão para cantar “Jesus, Sol Eterno”. Conversamos com as pessoas e, depois, retornamos para o Seminário. 

Antes do almoço de encerramento, houve uma sessão de avaliação e agradecimentos. E já encaminhamos que a próxima Semana Propedêutica será em Joinville. Retornamos muito felizes para nossas Dioceses logo após a refeição.

SANTUÁRIO DE SANTA PAULINA – ROMARIA VOCACIONAL



28 de setembro de 2013. 13:30h. Dentro da programação da Semana Propedêutica, hoje, refletimos sobre a Dimensão Espiritual na formação dos futuros presbíteros. Esta tarefa coube ao Pe. Mário da Costa, de Blumenau. Suas reflexões e seu testemunho de vida enriqueceram a todos. 

À tarde, fomos em romaria ao Santuário de Santa Paulina, em Nova Trento. A Ir. Tereza, responsável pela pastoral no Santuário, nos acolheu e nos fez recordar as virtudes de Santa Paulina. Houve oportunidade de confissões. Recebemos um café e retornamos para Azambuja. 

Após a Missa, tivemos um momento de confraternização à beira da picina, lá mesmo no Seminário. Pe. Josemar providenciou um churrasco para todos. Houve roda de violão e muita animação!

VISITA À FACULDADE SÃO LUIZ E AO SEFISC



27 de setembro de 2013. Hoje, na Semana Propedêutica, o tema de estudo foi Dimensão Pastoral-missionária na formação dos futuros presbíteros. Coube a Pe. Pedro Paulo das Neves, Reitor do Seminário Teológico de Tubarão e presidente da OSIB regional dirigir os estudos. 

Veio com ele o seminarista de Teologia da nossa Diocese de Tubarão, o Eduardo Rocha. Ele partilhou sua experiência missionária no Amazonas. 

À tarde fomos visitar a faculdade São Luiz, onde nossos seminaristas estudarão Filosofia. Pe. Claudio e Pe. Silvano nos acolheram muito bem e até nos ofereceram, gentilmente, um delicioso lanche. 

Dali fomos ao SEFISC, onde os seminaristas que lá residem nos acolheram calorosamente. Apresentaram-nos um vídeo sobre sua caminhada e nos levaram a conhecer suas Casas. Na Casa de Tubarão, encontramos os nossos seminaristas Judá, Jonas, Lucas e José Luiz. Conversamos bastante tomamos café juntos. 

À noite houve partilha das realidades dos seminários propedêuticos do Estado. Nós apresentamos um vídeo sobre a caminhada em nosso Seminário.

DIMENSÃO HUMANO-AFETIVA – SEMANA PROPEDÊUTICA



26 de setembro de 2013. Hoje recebemos a visita de D. José Negri, Bispo de Blumenau. Ele dirigiu a reflexão sobre a Dimensão Humano-afetiva da formação do futuro presbítero. Foi muito enriquecedora sua partilha de conhecimentos e de experiências vivenciais. 

À tarde, aconteceu uma série de jogos e brincadeiras, propiciando uma maior integração dos participantes. Houve a Santa Missa na capela do Seminário. E assistimos a um filme muito bonito sobre o tema refletido.

4ª SEMANA PROPEDÊUTICA CATARINENSE



25 a 29 de setembro de 2013. Chegamos a Azambuja, na cidade de Brusque (SC), por volta das 17:30h. Havíamos deixado Tubarão lá perto das 14h. Pe. Josemar, Reitor dos Propedêutas da Arquidiocese de Florianópolis, nos acolheu com muito carinho. Os nossos seminaristas Micael e Gustavo foram alojados num quarto andar do Seminário. Eu também foi levado a um apartamento no terceiro piso. 

O prédio é enorme e abriga os seminaristas menores e filósofos da Arquidiocese. Ao lado encontram-se o Museu Arquidiocesano, o Hospital Arquidiocesano e o Santuário de Nossa Sra. de Caravaggio. Foi aqui que aconteceu a Santa Missa de abertura da 4ª Semana Propedêutica Catarinense. Pe. Josemar a presidiu, acompanhado dos padres concelebrantes Alcides (Fpolis), Fernando (Lages), Giovane (Joinville), Fábio (Caçador), Almir (Blumenau), Thiago (Criciúma) e eu, Pe. Auricélio. 

Os trinta seminaristas propedêutas provindos das Dioceses do Estado (exceto Chapecó, que envia seus estudantes para Vacaria e tem um sistema diferente de preparação) estavam muito ansiosos e contentes.

MISSA VOCACIONAL – FÁBIO SILVA



22 de setembro de 2013. 19:30h. Chovia muito sobre a “cidade azul”. Mas a capela de Nossa Senhora Aparecida, na comunidade de Fábio Silva (Tubarão, SC), ficou repleta de fiéis. A animação ficou com o Grupo Monte Cristo, da comunidade vizinha do Morro da Caixa D’Água. 

Os seminaristas propedêutas também me auxiliaram na Liturgia. A comunidade estava iniciando os festejos de sua padroeira. Foi muito bom celebrar a fé com esta gente devota e alegre. Terminada a celebração ainda nos demoramos conversando com os amigos que vieram nos procurar.

NOVA BRASÍLIA E ARROIO – MISSAS VOCACIONAIS



22 de setembro de 2013. Nesta manhã chuvosa de domingo, à convite do Pe. André Oenning, de Nova Brasília (Imbituba, SC), eu presidi Missas na matriz Santa Terezinha e na comunidade de Arroio. Os seminaristas Gustavo e Micael me acompanharam e me auxiliaram na Liturgia. 

Na matriz a Liturgia foi encaminhada pelo Movimento de Irmãos, que apresentou à comunidade seus novos membros. No Arroio, às 10h, a Missa foi no Salão de Festas visto que a capela antiga está dando lugar a uma nova e bela igreja de São Sebastião. 

Terminados estes compromissos, fomos à Imaruí, visitar a família do seminarista Gustavo. Tivemos um problema no percurso: nosso carro teve um problema mecânico e precisou ser levado para uma Oficina Mecânica. Nosso muito obrigado ao Eraldo Brasil, lá da cidade (amigo de muitos anos!), a quem confiamos o automóvel. Graças à generosidade do seu Leonir, pai do seminarista, conseguimos voltar para o Seminário, à tarde, depois de delicioso almoço na família Funez.

SÃO LUDGERO – RETIRO VOCACIONAL DE CRISMANDOS



21 de setembro de 2013. 13:30h. De Grão Pará rumamos para São Ludgero, onde dirigiríamos o Retiro Paroquial de Crismandos. Cerca de 75 jovens participaram do evento, que ocorreu no Salão de Festas da matriz. A chuva amenizou e o clima ficou ameno. 

O retiro transcorreu num clima de alegria, oração, reflexões e partilha da fé. Pe. Domingos Dorigon, o pároco, e o Pe. Antônio Rech, o Vigário Cooperador, fizeram a abertura dos trabalhos. Os catequistas prepararam uma dinâmica de grupo que envolveu a todos. Os seminaristas fizeram breves reflexões sobre Oração, Vida de comunidade, Vocação... 

O Retiro terminou com a Celebração Eucarística, na matriz. Alguns pais e catequistas vieram participar da Missa. Eu a presidi e os seminaristas cuidaram da animação. Foi muito bom rezar com esta juventude que tem muito a colaborar com a construção do Reino de Deus.

GRÃO-PARÁ – ENCONTRO PAROQUIAL DE CRISMANDOS



21 de setembro de 2013. 8:30h. O dia amanheceu chuvoso em toda a região. Saímos bem cedo do Seminário rumo à Grão Pará. Chegamos lá antes que a secretária abrisse a Casa Paroquial. Havíamos combinado um café da manhã com o Pe. Aluísio; mas o reverendo adoeceu. Todavia a secretária nos ofereceu um delicioso café. Cada vez chovia mais. 

Aos poucos a galera da Crisma foi chegando de todos os lados da Paróquia. Alguns não conseguiram chegar. Eram em torno de 50 participantes! O catequista Sérgio, coordenador paroquial, iniciou os trabalhos. Depois, eu e os seminaristas do Terceiro Ano demos continuidade às atividades previstas. Vídeos, músicas, reflexões e pequenas palestras ajudaram a semear muitas boas sementes do Reino naqueles corações juvenis. 

Os seminaristas se saíram muito bem em suas locuções. Terminado o Encontro, pelas 11h, fomos até Rio Pequeno, na residência do catequista Sérgio, onde almoçamos. Fomos muito bem acolhidos pela família e só nos resta agradecer a Deus e à família.