11ª PEREGRINAÇÃO DA FÉ À SÃO LUÍS – IMARUÍ



15 de setembro de 2013. 9h. Hoje é dia de Nossa Senhora da Piedade, padroeira da Catedral de Tubarão, da Diocese e da cidade de Tubarão. É também o dia de Nossa Senhora das Dores, padroeira de minha ex-paróquia de Jaguaruna. E é o Dia do Senhor! 

Neste dia aconteceu a 11ª Peregrinação da Fé ao Santuário da Bem-aventurada Albertina, em São Luís, Imaruí. O dia já amanheceu quente, ensolarado, próprio para visitar o belo lugar. Muita gente se reuniu no Santuário ao longo de todo o dia. 199 pessoas, dente elas os nossos 12 seminaristas, fizeram uma Caminhada da Fé desde Capivari de Baixo até São Luís. 

Foram 51 quilômetros desta 12ª edição. Cerca de 200 jovens criaram um roteiro alternativo, saindo da matriz de São Martinho, e caminhando 7 quilômetros. Todos os peregrinos chegaram muito satisfeitos por terem enfrentado tal empresa. O objetivo é sempre um maior crescimento espiritual. 

Às dez horas houve a Santa Missa, presidida pelo Pe. Sérgio Jeremias, Reitor do Santuário e Vice-Postulador da causa de Canonização de Albertina, e concelebrada pelos padres José Eduardo (Imbituba, caminhante e idealizador da 1ª Caminhada da Fé), Pe. Vanderlei da Rosa (atual Vigário de Imaruí) e eu, Pe. Auricélio, que idealizei a 1ª Peregrinação da Fé, quando era pároco de Imaruí. Ao final fez-se a bênçãos dos peregrinos e seus cajados. A Banda Atos II, de Capivari de Baixo, animou brilhantemente a celebração, tendo à frente o Fábio. 

Os seminaristas peregrinos estavam muito cansados, mas felizes pela realização da empreitada. Falavam maravilhas da acolhida recebida na casa do seu Adelaudio e D. Terezinha, na Barranca (Pescaria Brava); pelo pessoal de São Tomás e pelas comunidades de Aratingaúba e Forquilha (Imaruí). O Pe. Sérgio nos ofereceu o almoço no Salão de Festas. Logo em seguida, retornamos para o Seminário, onde o pessoal pôde repousar profundamente.

Comentários