quarta-feira, 12 de junho de 2013

LAGUNA – NOVENA DE SANTO ANTÔNIO DOS ANJOS



06 de junho de 2013. 19h. Chegamos cedo à Laguna neste fim de tarde. A matriz já estava aberta e comportava mais de uma dezena de devotos em oração. Também nos colocamos em oração. Levei comigo os três propedêutas e o seminarista Gabriel Gonçalves, que é desta paróquia. Coube a ele “iniciar” os colegas nos festejos mais tradicionais de Laguna.

A capela estava muito bonita (talvez enfeitada até demais). A veneranda imagem de Santo Antônio (sorrindo) estava no andor, pois os festejos perduram ao longo de treze dias (a famosa trezena!). No horário previsto, iniciamos a cerimônia. Pe. Nilo Schlickamnn, o Vigário, conduziu os “rituais”.

Após a entrada solene dos Irmãos de Santo Antônio, entramos nós, padres e coroinhas, seguidos dos casais de mordomos. O belo Coral local entoou a ladainha de Nossa Senhora (em latim), seguida das orações cantadas do Pai Novo e da Ave Maria (em português).

Coube-me dirigir a pregação da noite. Refleti sobre o Evangelho da ovelha perdida, acentuando o chamado vocacional de Deus a cada pessoa. Falei sobre o “sim” de Antônio ao chamado radical que recebera do Senhor e sobre a sua fidelidade na resposta. Em seguida o povo pôde adquirir lembrancinhas (uma fronha de algodão com a estampa do rosto do padroeiro), enquanto o coral entoava a ladainha de Santo Antônio. Pe. Nilo e os festeiros deram avisos e fizeram agradecimentos.

O Vigário apresentou os seminaristas à comunidade e lhes dirigiu palavras de incentivo vocacional.  Após um momento de Adoração Eucarística, com a bênção do Santíssimo, encerrou-se a Novena (que foi transmitida pela Rádio Difusora local). Em seguida fomos até o restaurante da festa e jantamos na companhia do Pe. Nilo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário