JUVENTUDE – “A GLÓRIA DO SENHOR”


Eram quase 600 jovens decididos a viver quatro dias de intensa participação, fraternidade, abertura de si aos outros e a Deus, tudo com muita alegria e música religiosa. Seriam os quatro dias mais especiais de suas vidas! Foi assim que começou e terminou o V Retiro de Carnaval Transfiguração (em Jaguaruna, 9 a 12/02/13). Lembro de um dos jargões que os jovens cunharam naquela ocasião: “A juventude é uma glória! Ô, glória!” E, também: “A minha vida é uma glória! Ô, glória!”
Ainda posso ouvi-los bradando estas palavras! E recordo daqueles dias mais remotos quando, jovem, também eu participava do CONJUSC (Congresso da Juventude de Santa Catarina), dos ENJOCRI’s (Encontros de Jovens Cristãos), dos RACA’s (Retiros de Acampamento de Carnaval), das atividades da PJ, dos Encontros de Formação para Jovens, das Missas da Juventude, do programa “Juventude Alerta” na Rádio Tubá!... Nossa, como aquilo tudo foi importante em minha formação pessoal e cristã! Como tudo foi crucial no meu discernimento vocacional! Por isso, sinto que a tal “renovação da Igreja” tão desejada pelo Papa Bento XVI passa por ajudar nossos jovens a fazerem o encontro pessoal com o “amigo e salvador” Jesus, a se sentirem amados e acolhidos no seio da comunidade eclesial, valorizados em seu ser jovem. “O Senhor é a nossa glória!”, gritavam os jovens; “ô, glória!”.
Estamos vivendo um tempo todo especial! Enquanto se avizinha a Páscoa do Senhor, temos a alegria de viver a Quaresma. É o Senhor nos convidando a todo instante para nos aproximarmos d’Ele, voltarmos pra junto d’Ele de todo coração, vivermos de Sua Graça e nos alimentar-nos de Sua Palavra e da Eucaristia. O perdão que nos oferece é oportunidade para uma vida nova, para colocarmos “vestes de festa” e para sermos um sinal de amor num mundo tão carente de sinais.
A inusitada renúncia ao ministério petrino, levou-nos a olhar o Papa Bento XVI de uma forma mais profunda: alguém tomado de zelo pela Casa do Senhor a ponto de se desprender de tudo, de compreender a Igreja e a sua missão além das fronteiras que costumamos alcançar. Se tanto nos enriqueceu o testemunho do Papa João Paulo II, inclusive até nos últimos instantes de seu calvário, não menos ricos estamos agora como a decisão profética de Bento XVI. Como é crucial descobrirmo-nos servos (“servos inúteis”) de um projeto maior que nós mesmos: o Reino de Deus!
Como discípulos missionários do Senhor, não podemos ficar presos a certos pensamentos mesquinhos que não nos permitem vislumbrar nada além de nossa visão míope de Igreja. Ficamos presos em nosso grupinho, em nossa pastoral, em nossos planos... e a messe continua necessitando de operários.
Precisamos aprender com os jovens a termos mais esperança, mais alegria em nosso ministério e em nossa vivência eclesial. Podemos aprender com eles a arte de comunicar-nos, de nos respeitar-nos, de sermos mais simples. Mas eles também precisam ver em nós pessoas que não se cansam de buscar a Deus, que enfrentam as vicissitudes da vida e da sociedade com as forças da fé vivida e provada. 
Aí está a glória do Senhor: vivermos como família, como filhos de Deus, buscando concretizar os Mandamentos de Deus. Então será Páscoa todos os dias de nossa vida e testemunharemos que nada pode destruir a força do Amor! Amor, esta palavra tão presente nas canções e poesias cantadas e declamadas pela juventude! Amor, este sentimento tão almejado e buscado (às vezes desmedidamente) pelos jovens, sempre carentes de amar e ser amados. O Amor! Sim, o Amor que em Jesus e em seus amigos se transforma numa experiência concreta.
O Senhor nos dá a oportunidade de vivermos estes momentos históricos da renúncia de um Papa, eleição do novo Sucessor de Pedro, celebração do Ano da Fé e do Ano da Juventude, e a preparação para a Jornada Mundial da Juventude. Além disso, aqui em nossa Diocese, percebemos a vivacidade de nossa Igreja Particular através das inúmeras iniciativas de evangelização, da doação de tanto tempo e tanta vida por parte de nosso presbitério e de nossos leigos, das Ordenações Presbiterais dos Diáconos Rodrigo e Marcelo... O Bem vai crescendo entre nós! A “Glória de Deus” vai se manifestando em nossa caminhada eclesial! Ô, glória!
Continuemos firmes no caminho do Senhor Ressuscitado! Não importa qual seja a nossa idade! Pois, como eu tenho cantado: “Ser jovem cristão é ter atitude; promover a paz, a esperança, o amor!... Aproveita bem tua juventude. Acolhe o dom de Deus que vai crescendo em ti. Tua juventude é dom precioso. Não desperdiça, irmão, a juventude em ti. Vai caminhando, semeando sonhos. Olha o horizonte. Celebra o viver! Ser jovem é ser poeta... é ser profeta. Conta a toda gente: ser jovem é viver!... é viver! Deixa a esperança tomar teu coração. Força e coragem, não desanima, não. Ser jovem é lutar, é acreditar. Ser jovem é muito amar!


Mensagem  Vocacional - Março - 2013
Pe. Auricélio Costa – Promotor Vocacional

Comentários