BOTE FÉ DIOCESANO – MISSA NA PRAIA DO VILA


09 de janeiro de 2013. 20:30h. Choveu torrencialmente pela manhã. Depois de uma tarde quente e tranqüila, a noite desceu de mansinho, sem vento e sem calor. A natureza deu a sua colaboração para o grande Bote Fé Diocesano, recepcionando os símbolos da JMJ.

No Mar Grosso, em Laguna, a Praia do Vila é um lugar apropriado para este tipo de evento. Ali são realizadas várias missas campais. A praça é rodeada por prédios e pelo maravilhoso mar aberto. Desde cedo, no palco, o Grupo Tons de Deus passava o som e animava os fieis que iam chegando.

Os padres foram recepcionados no apartamento de um casal de leigos, ali ao lado da praça. Recebemos muito carinho desta família. Também o Sr. Bispo D. João Francisco lá se paramentou. Logo a praça ficou tomada de pessoas. Delegações provenientes de todas as quatro comarcas da Diocese estavam presentes.

Dezoito padres e dois diáconos concelebraram. Algumas religiosas e vários seminaristas marcaram presenças. Encontrei muitos animadores da Pastoral Vocacional e alguns vocacionados.

Em sua homilia, o Bispo exortou os jovens a não terem medo de Deus, mas a se entregarem na fascinante aventura de viver o amor, a exemplo de Maria e de Albertina. Pediu que perseverassem na fé cristã católica, que experimentassem viver inseridos em suas comunidades e pastorais, e levassem esta Boa Notícia aos demais jovens. Que se dedicassem aos estudos, ao trabalho honesto, e ao divertimento sadio. E que pensassem na possibilidade de abraçarem a vocação religiosa e/ou sacerdotal. E que não tivessem medo de abraçarem e testemunharem a fé, apesar de tantos obstáculos hoje encontrados.

Terminada a celebração, a festa continuou com as apresentações das Bandas Tons de Deus, Atos II e Sopro Divino. Eu participei do evento até o final, pelas 24h, quando a Ir. Lily e o Murilo, coordenadores do evento, despediram a galera. Não faltou quem tomasse banho de mar e viesse brincar e cantar com os colegas nos shows. Pudera, muitos deles enfrentaram horas de congestionamento na BR-101 para chegar a Laguna.

Os símbolos foram recolhidos pelo caminhão especial que os transportou até a matriz Santo Antônio. Amanhã serão levados para Imbituba, aonde o Arcebispo D. Wilson virá buscá-los para a sua Arquidiocese.

Comentários