TEMPO DE CONSTRUIR NOSSO “SIM”


Outro dia me deparei com um artigo curioso sobre o trabalho de um certo estudioso que teria conseguido explicar o “tempo”. Após a leitura, compreendi que, na realidade, o tal historiador tem mesmo é uma excelente capacidade de compreender e explicar a história da humanidade; sempre segundo o seu modo de interpretar os fatos.
Não sinto a necessidade de explicar “o tempo”, pois sei que o passado, o presente e o futuro pertencem a Deus. Todavia, temos grande responsabilidade sobre este tempo que o Senhor Deus nos permite viver. Esta é a nossa vez!... a nossa hora! O tempo passa, não pára, voa ligeiro! E não há como controlá-lo. Mas é neste espaço temporal cósmico – o tempo da nossa vida – que somos CHAMADOS A CONSTRUIR NOSSA HISTÓRIA VOCACIONAL; isto é, o nosso “sim”!
E neste exato momento histórico que estamos vivendo, mais uma vez nos deparamos com as festividades de fim de ano. As folhinhas do calendário se foram. Nas agendas de 2013 já começamos a registrar compromissos e datas importantes para o ano que está chegando. Nem parece que já vivemos quase todos os 365 dias deste ano!
Conheço pessoas que gostariam de ter nascido em outra época, em outro continente e que tem pesar de não terem vivido naqueles tempos faustosos, como da Roma Antiga ou do iluminismo francês. E sempre há alguém que testemunha: “antes é que era bom de se viver”. Pois bem! Será que Deus errou em trazer-nos para este mundo neste tempo contemporâneo? Será que Ele não tem nenhum propósito para nós?
Chegada a hora, o Verbo de Deus se encarnou e veio morar entre nós. Aquela era a “hora de Deus”, o “kairós”. Da mesma forma, este é o tempo de nossa salvação, tempo de nossa missão, tempo de nossa santificação! Este é o “kairós” de Deus pra nós. Daí a importância de aproveitarmos bem as oportunidades para tecer redes de amor, deixar a fé frutificar e colaborar para que o mundo seja melhor para todas as pessoas.
Não podemos deixar a Graça de Deus passar em vão por nossa vida! Não podemos desperdiçar este precioso dom de vivermos neste tempo, nesta época; apesar de suas exigências e peculiaridades. É para este tempo que o Senhor nos envia em missão! Em qualquer época, sempre haverá desafios para a ação evangelizadora da Igreja. Por mais que o ser humano consiga progredir em tantos campos do conhecimento, sempre haverá horizontes a serem desbravados e conquistados. Mas este é “o nosso” tempo de testemunharmos a nossa fé!
O final do ano civil praticamente coincide com o início do ano litúrgico. Isto é muito significativo: quando pensamos que já fizemos muito, que já “ganhamos” mais um ano, somos convidados a olhar para a gruta de Belém e contemplarmos no presépio o Menino Deus que não nos deixa cair no comodismo.
O Natal do Senhor é prova inequívoca do quanto Deus nos ama e deseja ficar perto de nós. Precisamos alimentar os nossos sonhos no “sonho” do Salvador Emanuel. Ele é o Senhor do ‘tempo”.
Não precisamos “explicar o tempo”, mas viver esta oportunidade rica que o Senhor nos dá de edificarmos o nosso SIM à vida, SIM à Deus. Um dia, terminada nossa trajetória neste mundo temporal, mergulharemos no “tempo” de Deus, no mistério do Eterno! Então compreenderemos que tudo não passou de uma grande prova do Amor de Deus! Feliz Natal de todo dia e abençoado Ano Novo!

Pe. Auricélio Costa – Promotor Vocacional

Comentários