BRUSQUE – ENCONTRO DA OSIB REGIONAL


16 de maio de 2012. 8h. O Curso Anual da OSIB (Organização dos Formadores de Seminários e Institutos do Brasil) do Regional Sul IV da CNBB teve início hoje, 16 de maio, e se estenderá até o dia 18.

O assunto principal será o estudo do Documento 93 “Diretrizes da Formação dos Presbíteros da Igreja no Brasil”. D. Severino, Bispo de Caçador, é quem irá nos ajudar. Mas também o nosso Bispo referencial, D. Irineu Andreazza, de Lages, estará conosco.

O Pe. Pedro Schlichting, Reitor do Seminário de Azambuja, nos ofereceu generosa e gratuitamente a sua Casa. Os seminaristas nos acolheram com muito carinho. Pe. Vânio Silva, Presidente da OSIB, conduziu os trabalhos do Encontro. A primeira conferência foi feita pela Ir. Nilma Nielbert, Psicóloga e membro da Sociedade das Irmãs da Divina Providência, de Florianópolis.

Entre tantos assuntos abordados, ela disse: “devemos estimular as famílias para o cultivo da oração. O testemunho de vida e oração dos pais é muito importante; e também o é o testemunho dos padres. Na família deve ser cultivada a vida de fraternidade, visando criar um campo afetivamente sadio” Questionou como acontecem as férias dos seminaristas: “estão cultivando a dimensão espiritual ou fazem férias de tudo?”

Avaliou a posição de cada um dentro da cadeia familiar, dizendo que “nossos formadores procedem de famílias com formação muito rígida, trazendo, por isso, uma enorme carga de medo, raiva, superproteção...”. Falou que há um certo “hipnotismo social” em que certas idéias negativas parecem ser a verdade, como por exemplo, citou, que Matemática é a pior matéria escolar. Explicou “Tudo começa como se pensa. Idéias negativas não ajudam”.

No período da tarde, Pe. Mário Agustín, Formador da Diocese de Blumenau, partilhou sobre sua participação no recente Curso Nacional da OSIB. Ao final do dia elegemos a nova diretoria da OSIB: Pe. Pedro Paulo (Tubarão) será o presidente. Terá o auxílio do vice, Pe. Vânio (Fpolis), do secretário Pe. Oscar (Criciúma) e do tesoureiro Pe. Pedro S. (Fpolis).

No segundo dia do nosso Curso contamos com a orientação muito rica de D. Severino. Acessível e inteligente, o prelado analisou o texto do Documento 93. Houve muita participação de todos, enriquecendo as reflexões. O Curso foi concluído no dia 18, após a manhã de estudos dirigida por D. Severino.

A avaliação foi muito boa. Registro, novamente, a enorme gentileza do reitor e dos seminaristas de Azambuja. Deus os confirme na caminhada vocacional, sob o patrocínio da Virgem de Caravaggio, sua padroeira.

Comentários