terça-feira, 29 de março de 2011

CAPIVARI DE BAIXO PRESTIGIA SHOW DO ROSA DE SARON



Rosa de Saron talvez seja a Banda católica mais famosa em nosso país. O rock que produz é para mexer com o corpo e com a mente. Acho que esta mistura é o bastante para atrair jovens que estejam cansados do som trivial que se ouve por aí.


Neste dia 27, domingo, às 21:40h, na Arena de Shows de Capivari de Baixo (que está completando 19 anos de emancipação), aconteceu o esperado show.


O espetáculo começou poderoso, forte, volume a todo vapor. O Guilherme cantava “Estranho”. Milhares de pessoas lotaram a Arena. Gente de todas as idades. E os jovens cantavam as canções do Rosa. Depois de quase duas horas de ótima música, calmamente, a chuva começou a cair sobre a plateia, talvez adiantando um pouco o ‘gran finale’.


Era para ser um show gospel, mas durante todo o tempo não ouvi os caras falarem nenhuma vez o nome do nosso Salvador. A expressão “Deus” deve ter aparecido umas cinco vezes. Tento compreender que eles falam em “mensagem sub-liminar”. Mas acho que eles poderiam ser mais explícitos no anúncio da Boa Nova.

XIII SEMANA DE EVANGELIZAÇÃO – MISSA VOCACIONAL NO ENCERRAMENTO


A bela capela foi recentemente inaugurada. Muitas pessoas participaram da Missa. A iniciativa das lideranças, sob a liderança do Sr. Valter, reúne as pessoas para refletirem melhor sobre a Palavra de Deus.


O tema principal do evento é “EVANGELIZAR É PRECISO”. Equipes de Liturgia e Ministérios de Música foram chamados para ajudar no evento.


Neste dia 27, domingo, às 19:30h, eu presidi a Santa Missa. A animação ficou com o Ministério Luz Eterna, de Rio Maina, Criciúma. Aliás, trata-se de uma excelente banda católica! Parabéns à rapaziada!


A Liturgia ficou à cargo do Grupo de Oração Paz e Bem, de São Cristóvão, Tubarão. Os seminaristas estiveram presentes, deixando a comunidade muito alegre.


ENCONTRO DIOCESANO DA MÃE PEREGRINA


27 de março, domingo. Em Morrotes, Tubarão, aconteceu o Encontro Diocesano de Coordenadores e missionários da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt.


Mais de duzentos leigos estavam presentes, sob a coordenação de D. Terezinha Motta e Ir. Maria Helena.


Eu, como assessor eclesiástico do Movimento na Diocese, presidi a Missa de encerramento e busquei incentivar os missionários na sua nobre missão.

NEO-SACERDOTE PRESIDE MISSA EM AZAMBUJA

No domingo, 27 de março de 2011, toda a comunidade de Azambuja, interior de Pedras Grandes, veio prestigiar as primícias do novo padre, o Pe. Márcio Martins. Às dez horas teve início a solene cerimônia, concelebrada pelos padres Vanderlei Tezza, Auricélio, Joel e dois Diáconos; além do Pe. Nivaldo Ceron, que fez a homilia solene. A animação coube à Associação Coral de Pedras Grandes, sob a regência do maestro Valdonir. O pregador refletiu sobre o papel do sacerdote na missão da Igreja. Abaixo alguns de seus pensamentos. Deus te escolheu não pelos teus dotes intelectuais, mas por causa do teu coração. Isto é ser sacerdote: ver o Cristo Sofredor presente nos irmãos mais necessitados. Pe. Márcio, só Deus dá sentido à vida. Assim, tu iniciaste uma nova história: devotar um amor exclusivo a Jesus. Atendeste ao chamado incessante: “abre a porta do teu coração”. Agora és padre porque Ele quer. E irás presidir a Eucaristia, o mistério pascal, que é a máxima ação do sacerdote. Pe. Márcio, tu farás a diferença no meio do povo. Olha para Jesus. Não podemos nos acomodar, pois a Igreja precisa de padres que façam a diferença, que falem com Deus e não somente que falem de Deus! Ser Sacerdote é estar revestido dos poderes de Jesus (como se canta naquela antiga canção), assumindo a mesma missão d’Ele: ser sal e luz. É alguém que medita, que sabe ouvir. Pe. Márcio, a tua alegria deve ser a alegria de Deus. Os teus sonhos e anseios, sejam os de Deus. Enfim, viva o Amor. Sim, eis a tua norma de vida.

PE. MÁRCIO – SACERDOTE PARA SEMPRE


Fiquei muito contente com a Ordenação Presbiteral do Pe. Márcio neste último dia 26 de março. A grande festa ocorreu em Pedras Grandes.


A bela matriz dedicada a São Gabriel Arcanjo e a Nossa Senhora da Salete estava tomada pelos fiéis.


Os pais do ordenando, Ângelo e Graça, estavam que não se continham de tanta alegria e orgulho.


A comunidade, depois de 49 anos, entregava mais um filho seu para subir os degraus do altar e ser um membro do presbitério.


Sacerdote segundo a ordem de Melquidec! Tudo foi bem programado e realizado. Méritos para o Pe. Vanderlei Tezza, o pároco, e suas lideranças, tão empenhadas e dedicadas.


O Sr. Bispo D. Wilson irradiava contentamento. Sorria para todos e recebia com carinho as felicitações e manifestações de boas-vindas. 41 sacerdotes estavam presentes, mais dois diáconos, religiosas e seminaristas.


A animação ficou com o Ministério de Música Poder da Canção, de São Francisco de Assis, Humaitá (Tubarão).


Em sua homilia, D. Wilson refletiu sobre a missão do sacerdote: “O homem foi criado para conhecer, amar e servir a Deus. A missão do padre é ajudar a pessoas a sentir o calor da presença de Deus em suas vidas”.


O neo-sacerdote Pe. Márcio Martins, ao final da Liturgia, agradeceu a todos, entregou flores aos seus pais e familiares, bem como a São Gabriel Arcanjo. No Salão de Festas foi servido um coquetel para a população.


O testemunho do Pe. Márcio é um grande incentivo a todos os vocacionados, pois ele passou por muitas provas em sua caminhada de discernimento vocacional, e venceu os obstáculos.

PEDRAS GRANDES – O DIA-A-DIA DA JORNADA VOCACIONAL










PINDOTIBA 21 de Março. Eis os membros de nossa Equipe: Ir. Edilsa Fuck, Judá, André Arthur, Diác. Márcio e Pe. Auricélio. Também contamos com a participação do vocacionado Daniel Vanderlind, que reside ali mesmo. Durante todo o dia tivemos encontros com os estudantes de 5ª à 8ª série do Ensino Fundamental. Foram cinco aulas. Foi possível atender até uma turma da 2ª série! Às 18h, na capela N. Sra. Aparecida, foi oferecido o Sacramento da Reconciliação, seguido de Missa. A capela ficou superlotada de fiéis.

AZAMBUJA 22 de Março. Hoje a nossa equipe recebeu um reforço: a Ir. Goreti Lurdes Possamay, das Beneditinas da Divina Providência, de Criciúma. Nosso compromisso teve início às 8:00h, na Escola D. João Batista Becker (homenagem ao primeiro Bispo de Santa Catarina). Àtarde permanecemos na escola. Às 18 h o Pe. Auricélio visitou doentes e atendeu confissões até às 19:45h, quando se iniciou a Santa Missa.

CENTRO 23 de Março. Passamos o dia todo no Colégio Imaculado Coração de Maria, no centro de Pedras Grandes. Promovemos vários encontros com os estudantes nos três turnos. Foi muito gratificante.

ILHOTA MARGEM DIREITA 24 de Março. Às 9h, 80 crianças da Escola local se reuniram para a aula “diferente” que, acabou se transformando numa grande celebração festiva. O filme “Amiguinhos da Floresta” encantou a todos e trouxe muitas boas mensagens para a criançada.


TERCEIRA IDADE DE PEDRAS GRANDES À tarde do dia 24, aconteceu o Encontro Vocacional com a Terceira Idade do município de Pedras Grandes. Vieram coordenadores de Grupos de Idosos e de Grupos de Mães. Ao todo, cerca de 50 pessoas. Até o prefeito municipal e a Primeira Dama vieram prestigiar o evento.

CACHOEIRA FEIA Neste mesmo dia 24, às 18h atendi Confissões e às 19:30h, presidi a Santa Missa. Durante a Missa houve oportunidade de Confissão Comunitária com Absolvição Coletiva.

segunda-feira, 28 de março de 2011

ORDENAÇÕES PRESBITERAIS -- GRATIDÃO E COMPROMISSO


O mês dedicado a São José, o pai adotivo de Jesus e patrono dos trabalhadores, neste ano, não será como nos anos anteriores na paróquia de Oficinas, em Tubarão.


O nobre descendente da casta do grande rei Davi é venerado na citada paróquia como padroeiro e muito festejado, sobretudo, no mês de junho.


Este ano, porém, um fato histórico marcará a vida daquela comunidade: a Ordenação Presbiteral de Joel Marcolino Bittencourt. (...)


Leia o texto completo do Pe. Auricélio neste blog, na página ARTIGOS.

sábado, 26 de março de 2011

POR QUE CANTAR MÚSICAS RELIGIOSAS?



O ser humano, em todas as sociedades, sempre tem usado a música como forma de expressão. A música é, de fato, uma forma de comunicação quer seja nos tempos de dor, quer em tempos de alegria; às vezes em tempos de guerra; outras vezes é maneira de celebrar a paz. (...)

Leia o texto completo do Pe. Auricélio neste blog, na página ARTIGOS.

domingo, 20 de março de 2011

PRIMEIRA MISSA DO PE. JOEL

Hoje, 20 de março, às 10h, o Pe. Joel presidiu a sua Primeira Missa. É desta maneira que costumamos chamar a primeira vez em que o neo-sacerdote preside a Eucaristia, pois, na verdade, as suas primícias se deram na cerimônia de Ordenação; contudo, ontem, o presidente era o Sr. Bispo.

Tubarão amanheceu iluminada pelo maravilhoso sol. Dez padres e um Diácono vieram concelebrar com o novo sacerdote.

Também toda a sua família e muitos amigos e benfeitores. O coral da matriz abrilhantou a celebração. Já mais tranqüilos, os familiares puderam expressar de várias formas o seu carinho pelo Pe. Joel.

O filho querido fez menções e chamou seus pais e irmãos para comungarem com ele no altar. A família, por sua vez, ofereceu-lhe de presente uma linda imagem de São José.

Seus parentes fizeram um retrospecto da vida do Pe. Joel, buscando fatos de sua infância que já prefiguravam o ser do novo padre: como o seu zelo pela grutinha de N. Sra. Aparecida em sua casa, sob um velho cinamomo, onde ele rezava diariamente e acendia velinhas à Mãe de Jesus.


A pregação do Pe. Nandi foi muito bonita. A seguir alguns de seus pensamentos.

“Na primeira leitura ouvimos: ‘Abrão, sai da tua terra, da tua família e da casa de teu pai e vai para a terra que vou te mostrar’ (Gênesis 12,1-4). Abrão escuta a Palavra de Deus.


Tem início aqui o seu itinerário vocacional rumo a algo que ele ainda não conhece. Mas vai movido pela confiança na Palavra que ele acolheu dentro de si.

Como os de Abraão, os pés do padre nunca descansam. O padre é como alguém que vive ‘acampado’: nunca se fixa num lugar, numa casa, numa paróquia... ele precisa ir. E é pela força da obediência que ele vai. Trata-se de uma santa obediência; obediência que santifica e que salva. O padre é chamado a ser obediente como Jesus. Ó bendita obediência!

A exemplo de Abraão, que apresenta suas oferendas e faz sacrifícios ao seu Deus, também o padre oferece seus sacrifícios; oferece a si mesmo como sacrifício.

Oferece até o seu ‘filho Isaque’. O seu ‘filho’ é o que ele possui de mais precioso dentro de si, todas as suas potencialidades.

O padre é um homem do sacrifício. Pe. Joel, o sacrifício e a cruz estão no caminho da santificação. Quando Jesus fala aos apóstolos sobre o sofrimento que deverão enfrentar, os leva a darem uma espiadinha no céu pela sua Transfiguração (Mateus 17,1-9).

Nós todos podemos fazer também esta experiência pela oração, quando conversamos com Deus e, como Abraão, podemos escutá-Lo.

Você, Pe. Joel, é um homem de oração. Você treinou os ouvidos para ouvir a voz d’Ele.”

sábado, 19 de março de 2011

ORDENAÇÃO DO PE. JOEL NOS MOTIVA A RESPONDERMOS “SIM”


Foram momentos de muita emoção aqueles vivenciados durante a Ordenação Presbiteral do Diácono Joel. Às 15h, com a matriz São José tomado por fiéis, teve início a Missa de Ordenação.
42 padres, 2 diáconos, várias religiosas, um bom número de seminaristas e o povo de Deus em geral, com o Joel e sua família, mais o Sr. Bispo D. Wilson. Eis o cenário para a Santa Missa.
O coral era formado por vários grupos de cantos da paróquia. O Pe. Anselmo foi o Mestre de Cerimônias, auxiliado pelo Pe. Pedrinho Goulart.
Nossos seminaristas Lucas, Judá, André e Adson ajudaram como acólitos e estavam muito orgulhosos de seu ministério. Três emissoras de rádio transmitiram o evento: Tubá, Luz e Vida e Rádio Estação.
O Diácono entrou na igreja acompanhado de seus pais. Durante toda a celebração percebeu-se a emoção deles e dos familiares.
Coube ao Pe. Hiko, o pároco, convidar o Joel para ingressar no presbitério. Mas foi o Pe. Pedro Paulo, reitor do SETT, quem apresentou o candidato ao Bispo.
O povo acompanhava atentamente a tudo, até a ponto de rezar, equivocadamente, uma parte da Oração Consecratória.
Após a comunhão, a paróquia fez uma homenagem ao novo sacerdote ofertando-lhe um belo oratório com a imagem da Sagrada Família.
Pe. Joel usou a palavra para agradecer todos quantos o auxiliaram na caminhada, das mais diversas maneiras.
E ofereceu um bouquet de rosas postumamente à D. Celi Nazário, representando todos os seus benfeitores, na pessoa de sua filha Sandra (que também é benfeitora de nosso Seminário).
Um bouquet também foi oferecido aos seus pais em sinal de gratidão.
Agradeceu, ainda, ao nosso trabalho de Promoção Vocacional, o que nos deixou muito lisonjeados.
Após a Missa toda a comunidade recebeu um coquetel de confraternização na praça da igreja.
PARABÉNS, Pe. Joel! Abençoado ministério!

ENTREVISTA À RÁDIO LUZ E VIDA 106 FM DE ORLEANS


Neste dia tão especial da Ordenação Presbiteral do Diácono Joel Marcolino Bittencourt (19 março de 2011, Dia de São José) a Rádio Luz e Vida FM, da Paróquia Santa Otília, de Orleans, montou uma sala de entrevistas na sacristia da matriz São José, em Oficinas.
Os radialistas Ednilson Perdoná e Lismael Ferrareiz conduziram os trabalhos. Do programa “Jogo Aberto” deste sábado, às dez horas, participaram D. Wilson, Pe. Auricélio e, evidentemente, o Diácono Joel.
Durante a entrevista o futuro sacerdote foi partilhando sua caminhada vocacional, recordando tantas pessoas que o ajudaram na sua caminhada e o marcaram profundamente.
Falou da sua alegria em chegar o dia de sua Ordenação e que deseja ser um bom padre para o serviço do Reino.
D. Wilson refletiu sobre a importância de uma Ordenação para a Igreja, mas, principalmente, para a pessoa do Bispo. “O padre é um colaborador direto do Bispo. Ele é um bem para si mesmo, para sua família e para toda a sociedade”.
E parabenizou o Diácono Joel pela sua Ordenação e por estar respondendo SIM ao chamado recebido. Também cumprimentou a mim pelo trabalho de promoção vocacional, especialmente para esta Ordenação.
Eu respondi perguntas sobre a Animação Vocacional, a importância do apoio familiar e sobre a vida no Seminário de Tubarão. O programa terminou às 11:20h.

PE. AURICÉLIO E SEMINARISTAS PARTICIPAM DE 1º KAIRÓS DO ANO

“Kairós” é tempo de graça! Unidos em frutuosa parceria, o JOVUP (Jovens Unidos da Passagem) e a RCC local organizaram o 1º Kairós deste ano.
O Ministério de Música Seguidores de Cristo, de Oficinas, animou o encontro. O Marquinhos Paulo liderou o Ministério.
Eu e um grupo de seminaristas chegamos uma hora antes do evento, que só começou às 22:30h, oportunizando para que os estudantes chegassem dos colégios.
Cerca de 200 pessoas atenderam ao convite do pessoal organizador. E refletiram sobre o tema “Por suas chagas fomos curados” (1ª Carta de São Pedro 2,24).
O Fernando Cargnin coordenou o evento, levando todos a bonitos momentos de louvor e oração.
Parabéns a todos pela bela iniciativa e pela acolhida. Iniciativas como esta devem acontecer com mais freqüência e visando sempre envolver maior número de pessoas.

EM FÁBIO SILVA, ENCERRAMENTO DA JORNADA VOCACIONAL

Chovia nesta sexta-feira, à noite, sobre toda a região de Tubarão. Acompanhado dos seminaristas Judá, Lucas, André e Adson, fui à comunidade N. Sra. Aparecida, no bairro Fábio Silva, para a Missa Vocacional.
O Diácono Joel também estava presente; aliás, foi a sua última celebração como Diácono. As lideranças nos acolheram com muito carinho. Esta era a quarta vez que eu visitava a comunidade e, registre-se: todas as vezes sob chuva!
O testemunho do Diácono foi muito edificante, revelando sua expectativa e ansiedade para a cerimônia de Ordenação amanhã.

APRESENTAÇÃO DO NOVO CD NA MISSA EM OFICINAS

Dia 17 de março, às 19:30h, tive a alegria de presidir a Santa Missa na comunidade da matriz de Oficinas, em Tubarão. Era a segunda noite do Tríduo Vocacional.
O Diácono Joel, que será ordenado presbítero no próximo dia 19, veio cumprimentar-nos, mas precisou ir para o interior da paróquia, numa outra celebração vocacional.
Todos os nossos seminaristas me acompanharam e deixaram seus recadinhos vocacionais.
A vida religiosa estava representada pelas Irmãs Catarina (Catequistas Franciscanas) e Edilsa e Irmgart (Divina Providência).
O pessoal da Equipe Vocacional local e do Movimento Serra também se fizeram presentes.
Foi um momento de muita fé e alegria, sob a animação do Ministério Seguidores de Cristo, tendo à frente o Marquinhos Paulo.

PE. AURICÉLIO CANTA E REZA COM IRMÃS DO COLÉGIO SÃO JOSÉ

Ainda preparando a Ordenação Presbiteral do Diácono Joel, aceitei o convite das Irmãs da Casa São José, que administram o Colégio São José, para presidir uma Missa em sua capela particular.
Levei comigo os seminaristas propedêutas. Lá encontramos as Irmãs Adelaide (Diretora do Colégio), Irene, Irmgart e Nazarita (que animou a celebração tocando violão).
Também eu tomei o seu violão para cantar “Amar, nossa primeira Vocação”, muito pertinente para o momento que estamos vivendo.
Após a celebração, tomamos café com a comunidade e conversamos animadamente sobre vários temas.
Obrigado pelo belo testemunho de vida religiosa destas Irmãs, e pelo imenso trabalho que realizam junto de nossa juventude e toda a comunidade escolar.

COLÉGIO SÃO JOSÉ RECEBE VISITA DE EQUIPE VOCACIONAL


No ano de 1974, quando a trágica enchente destruiu minha Escola Básica João XXIII (hoje um importante colégio), tive a oportunidade de freqüentar as aulas no Colégio São José, no centro da cidade de Tubarão.
Propriedade das Irmãs da Divina Providência, buscar formar seus alunos em todas as áreas da vida humana.
Neste dia 16 de março, quarta-feira, pela manhã, nossa Equipe Vocacional realizou um trabalho de animação vocacional com os estudantes das 8ªs séries e com o Ensino Médio.
Além do Diácono Joel e dos seminaristas Judá e André Arthur, tivemos as companhias das Irmãs Irene e Irmgart, e da educadora Têka.
Durante todo o período semeamos muitas sementes naqueles corações juvenis. O Judá cantou e tocou violão, interpretando “É preciso saber viver” (do Roberto Carlos).
No intervalo, tomamos um lanche na companhia das Irmãs. Obrigado a todos os educadores e estudantes que nos propiciaram uma manhã intensa e muito abençoada.

ANIMAÇÃO VOCACIONAL NO COLÉGIO SS. SACRAMENTO

Também decidimos fazer um trabalho de animação vocacional com os estudantes do Colégio Santíssimo Sacramento, de Tubarão, mais conhecido como Colégio das Irmãs bahianas.

Sim, é desta forma que a população chama as religiosas que lá trabalham já há 24 anos.

A Ir. Dilvânia, a Diretora, nos acolheu fraternalmente, bem como os demais profissionais.

Igualmente os estudantes, muito educados e receptivos. Atingimos as 6ª, 7ª e 8ª séries também.

Os estudantes refletiram sobre o testemunho de superação do cantor e músico Tony Mellendez, um nicaragüense que nasceu sem os braços.

No intervalo, tivemos o direito de tomar um lanche na residência das Irmãs. Obrigado às generosas Irmãs pelo carinho dispensado à nós!

VISITA VOCACIONAL AO COLÉGIO THOMÉ MACHADO VIEIRA

Dia 14 de março, no período matutino, a nossa Equipe Vocacional realizou um serviço de Animação Vocacional no Colégio Thomé, no bairro homônimo.
Juntamente com o Diácono Joel e os seminaristas Judá (que já foi aluno do Colégio por 8 anos) e André Arthur, eu refleti com os estudantes do Ensino Fundamental sobre a valorização da vida, numa abordagem vocacional. Tudo transcorreu muito bem.
A Diretora Fabíola, e os demais educadores nos acolheram muito bem. Sentimos que estes pedagogos têm mesmo um grande amor pela sua profissão e se esforçam muitíssimo para bem formar seus educandos. Temos muito que lhes agradecer todo o empenho.
O Diácono Joel, que será ordenado sacerdote dia 19, em Oficinas (Tubarão) deu o seu testemunho vocacional, que deixou grandes lições de vida para os adolescentes e jovens.

MUTIRÃO DE BÊNÇÃOS NAS CASAS EM PEDRAS GRANDES

A expressão “casa” designa muito mais que o local onde alguém ou algumas pessoas residem.

Evoca toda a história compartilhada da vida daqueles que vivem sob o mesmo teto, construindo suas existências, escrevendo as páginas do livro de suas vidas, “na alegria e na tristeza, na saúde e na doença”, amando, disputando...

Por isso, a casa é um lugar de Deus, pois onde estão as pessoas, ali está o Senhor no meio delas. Daí surgiu a ideia de fazer um MUTIRÃO DE BÊNÇÃOS nas casas em algumas comunidades da paróquia de Pedras Grandes, dentro da Jornada de preparação para a Ordenação Presbiteral do Diácono Márcio.

A ação aconteceu em quatro comunidades: matriz, Pindotiba, Azambuja e Pedrinhas. Não foi possível atender às demais. Foram envolvidos 18 seminaristas (dez da Filosofia, Brusque; e oito Menores, de Tubarão).

Lideranças e coroinhas acompanharam cada seminarista. Centenas de famílias receberam os visitadores, rezaram com eles e acolheram o convite para participar de certas atividades vocacionais.


Tudo isto aconteceu no sábado, dia 12 de março, durante todo o dia, sendo que à noite houve Celebração em cada comunidade.

Os seminaristas, que chegaram na sexta-feira, retornaram para seus seminários no domingo, após a bela Missa de encerramento do Mutirão.

Que Deus abençoe todas as nossas “casas”, e nos ajude a viver sob sua Graça, vivendo nossa vocação cada dia!

sexta-feira, 18 de março de 2011

PE. AURICÉLIO E PE. CORNÉLIO PARTICIPAM DO 5º FESTIVAL DA CANÇÃO MURIALDINA


Fiquei lisonjeado ao ser convidado pelo Pe. Cornélio Dall’Alba, da Congregação dos Padres de São Leonardo Murialdo (entre nós seus membros são chamados carinhosamente de Josefinos) para colocar melodia em uma de suas letras. Aceitei a proposta.
Depois é que vim a entender que se tratava de uma composição para participar de um festival: o V FESTIVAL DE CANÇÃO MURIALDINA.
Tal evento acontecerá dia 14 de maio próximo, em Caxias do Sul, no Teatro Murialdo. E tem por objetivo “despertar o ardor vocacional de discípulos missionários, criando uma cultura vocacional na Família de Murialdo”.
A iniciativa volta a acontecer, pela 5ª edição, por ocasião do Ano Vocacional Murialdino – AVOMUR, que está acontecendo neste período de 18 de maio de 2010 a 18 de maio de 2011.
O tema e o lema do AVOMUR e do Festival são os mesmos: “Vocação, chamado e missão” e “Vem e segue-me”, respectivamente.
Quem promove o Festival é a Família de Murialdo: Josefinos de Murialdo, Irmãs Murialdinas de São José, Instituto Secular Murialdo, Leigos Amigos de Murialdo e Associação das Mães Apostólicas.
Pe. Cornélio é poeta e tem alguns livros editados. Ele já participou de outros Festivais, como em 2005, quando sua composição ficou em 1º lugar neste Festival Murialdino.
O título de sua poesia concorrente neste ano de 2011 é “Morrer sem morrer”. Eu propus uma melodia alegre, com nuances de rock, mas sem impedir que a mensagem possa levar à reflexão. Sim, a letra é muito bela e o Pe. Cornélio gostou da melodia.
Agora é só esperar pela pré-classificação. De qualquer modo, já valeu a pena participar e colaborar com mais este evento para valorizar a música católica.
Informações: www.josefinosdemurialdo.com.br

quarta-feira, 9 de março de 2011


QUAL O PREÇO DE UMA CANÇÃO?
Alguém pode pagar por um tino de inspiração? Quanto se pode pagar pelo fruto colhido da experiência vivida e pela criatividade artístico-musical?
A música tem significado especial e particular para cada pessoa. Nossos passos são marcados e cadenciados pelo ritmo das canções.
Por isso, há músicas que despertam sentimentos profundos em nós; às vezes, até sentimentos opostos.

Quanto vale uma música que embalou um romance? Ou aquela canção que selou uma amizade ou que marcou um determinado período da vida? (...)

Leia o texto completo do Pe. Auricélio neste blog, na página ARTIGOS.

terça-feira, 8 de março de 2011

08 DE MARÇO – MULHER E HOMEM, SOPRO DE DEUS


Neste dia 8 de março, quando uma efeméride convida o mundo toda a perceber o valor da Mulher, também eu me uno a este movimento para agradecer a Deus o dom precioso de ser Homem e de ser Mulher.


Cada gênero possui sua peculiar complexidade; no entanto, ambos brotaram do mesmo coração: o Coração Divino!

Recordando a importância de tantas mulheres em minha vida, quero homenageá-las.

Mui especialmente, parabenizo minha mãe Osmarina, minhas irmãs Rosélia e Angelita, minhas tias e cunhadas, sobrinhas e primas, comadres e afilhadas, amigas e companheiras de missão, divulgadoras e apoiadoras de meu ministério de música, funcionárias... enfim, PARABÉNS!

Ofereço-lhes a presente poesia, que é o Cântico de Entrada da Missa da Campanha da Fraternidade/1990, cujo tema foi “A Fraternidade e a Mulher”. A letra é de Maria de Fátima de Oliveira, e a melodia de Silvano Martins.

DO MESMO SOPRO DIVINO,
MULHER E HOMEM: IMAGEM DE DEUS!
SENDO PARCEIROS DE VIDA, A CAMINHO,
CANTEM A GLÓRIA AO SENHOR, REI DOS CÉUS!

O SENHOR, NO COMEÇO DOS TEMPOS,
AO CRIAR CÉU E MAR, VALE E SERRA,
FEZ O HOME E FEZ A MULHER,
E AOS DOIS CONFIOU TODA A TERRA.

DEUS OS FEZ SEMELHANTES A ELE,
VIVA IMAGEM DO SEU ESPLENDOR.
A RAZÃO ACENDEU-LHES NA MENTE
E NOS SEUS CORAÇÕES PÔS O AMOR.

O PECADO FERIU ESSA IMAGEM
OFUSCANDO SEU BRILHO PRIMEIRO.
IMPLORAMOS, SENHOR, O PERDÃO,
POR JESUS, O DIVINO CORDEIRO.

ADORAMOS, SENHOR, VOSSA GLÓRIA.
DAMOS GRAÇAS POR VOSSA BONDADE.
AJUDAI-NOS A SER A IMAGEM
DO AMOR QU VIVEIS NA TRINDADE!