NOVA FAZENDA, EM LAGUNA, HOMENAGEIA A SENHORA DOS NAVEGANTES



Havia tempo que eu vinha sendo convidado para presidir Missa na comunidade de Nova Fazenda, mas ainda não havia sido possível.
Ali mora o Guilherme, um dos vocacionados que acompanho. Sua família é envolvida na comunidade, especialmente sua mãe e ele mesmo.
O rapaz é catequista, coordenador do Grupo de Jovens, ajuda na Liturgia e, agora, é membro da CAEP.
Foi ele quem nos convidou para estarmos lá neste dia 20, sábado, para a Missa-novena de Nossa Senhora dos Navegantes.
Às 20:30h, o andor com a imagem da padroeira foi transladado até a capela por um grupo de devotos. A pequena capela ficou tomada pelos fiéis.
A animação ficou por conta do Ministério de Música Água Viva, da comunidade vizinha. Deste grupo faz a parte da D. Dulcinha, filha de Imaruí, e uma baluarte na Pastoral da Saúde diocesana em anos idos.
O Nilton, jovem catequista da comunidade e espécie de capelão, acolheu os visitantes e agradeceu os convidados.
Os seminaristas Judá e André Arthur participaram da celebração e deixaram um desafio vocacional para os jovens presentes.
Eu toquei violão e cantei com a comunidade “Está escrito no céu” e “Rezar por você”.
Foi muito bom rezar com este povo e mergulhar no mar de devoção açoriana.

Comentários